Olhar Direto

Sexta-feira, 25 de setembro de 2020

Notícias / Política MT

França afirma que não vai entrar em briga de Mauro com Emanuel e vê Bolsonaro como carro-chefe da campanha

Da Redação - Arthur Santos da Silva/ Do local - Max Aguiar

15 Set 2020 - 20:25

Foto: Rogério Florentino/ Olhar Direto

França afirma que não vai entrar em briga de Mauro com Emanuel e vê Bolsonaro como carro-chefe da campanha
Pré-candidato ao cargo de prefeito de Cuiabá, Roberto França (Patriota) confirmou Marcelo Bussiki como vice indicado pelo Democratas. Apesar do apoio sinalizado pelo grupo do governador Mauro Mendes nesta terça-feira (15), França salientou que não vai entrar em briga com o provável candidato à reeleição, Emanuel Pinheiro (MDB). O comunicador e político garantiu ainda que a figura do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) é o carro-chefe se sua campanha.

Leia também 
Com MDB na suplência, Fávaro admite apoiar Emanuel mesmo com governador no palanque

 
“Marcelo Bussiki foi uma indicação do DEM. Eu acho que é um vereador atuante, um homem sério, íntegro que já deu provas de seu valor, do seu talento e de trabalho, que vem muito nos auxiliar. Nós queremos um vice que ajude a administrar, não que atrapalhe, e o Marcelo Bussiki tem realmente todas essas prerrogativas”, afirmou Roberto França.

Segundo França, surgiram propostas para que seu nome ocupasse o lugar de vice junto com Fábio Garcia (DEM). As pesquisas, porém, apontaram para outra definição.
“Em duas oportunidades, nos reunimos, houve a proposta para que eu pudesse ser vice do Fabinho (Fábio Garcia). Mas na reunião de hoje, fui chamado por volta de meio dia, o governador defendeu a tese de que eu tinha mais possibilidades, os números não mentem.
 
Ciente da briga política entre Mauro Mendes e Emanuel Pinheiro, França argumentou que não vai personificar a raiva do governador, fazendo do pleito um ambiente de briga. O objetivo é realizar uma campanha pautada por propostas.
 
“O governador pode ter as questões pessoais dele contra o prefeito Emanuel Pinheiro, mas isso não vai influenciar na minha campanha, nós vamos ter uma linha de conduta na campanha, que vamos dançar conforme a música. A princípio apresentando propostas, no transcurso da campanha, do jeito que vier nós vamos responder à altura. Agora, o governador tem interesse ganhar, por isso acredito que ele vai entrar de corpo e alma”, explicou.
 
Roberto França garantiu ainda que a popularidade do presidente Jair Bolsonaro será o ponto principal de sua campanha.

“Bolsonaro é nosso carro chefe. Temos a nossa senadora Fernanda, e acredito que se formos para o segundo turno ele vai nos dar um depoimento defendendo nossa candidatura”, finalizou.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet