Olhar Direto

Segunda-feira, 08 de março de 2021

Notícias / Cidades

Manifestantes se reúnem em defesa do Pantanal no próximo domingo em Cuiabá

Da Redação - José Lucas Salvani

17 Set 2020 - 08:55

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Manifestantes se reúnem em defesa do Pantanal no próximo domingo em Cuiabá
Um protesto em defesa do Pantanal mato-grossense está sendo organizado para acontecer no próximo domingo (20), na Arena Pantanal, em Cuiabá. O número de focos de incêndios na região é o maior desde 1998, com 14.764 pontos de queimadas, segundo dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) colhidos até segunda-feira (14).

Leia também:
Governo Federal libera R$ 10,1 milhões para combate às queimadas no Pantanal

O manifesto vista exigir “um plano de combate eficiente a estes incêndios e que o Patrimônio Ambiental e a População Local sejam protegidos”. Informações sobre o evento estão sendo compartilhadas no Facebook. Saiba mais aqui.

Devido ao novo coronavírus, os organizadores do protesto pedem para que os manifestantes usem máscaras e que respeitem o distanciamento social. 



Em 2020, o Pantanal já registrou 14.764 pontos de queimadas. Segundo a professora Viviane Layme, do Instituto de Biociências da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), a área corresponde a quase 15% do bioma. Segundo ela, em 8 meses de 2020, a área queimada no Pantanal equivale a mesma destruição em 6 anos.

R$ 10 milhões

O Governo Federal liberou R$ 10,1 milhões para combate às queimadas no Pantanal mato-grossense. A medida realizada após decreto de calamidade pública foi anunciada pelo ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, na tarde desta quarta-feira (16), durante visita a Cuiabá para tratar da situação do bioma com o governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM).

“É importante colocar que o Governo Federal só poderia aportar recursos de caráter emergencial na hora que o Governo [de Mato Grosso] decretasse calamidade. Isso foi feito segunda-feira e nós reconhecemos em tempo recorde esse decreto. Ontem mesmo nosso secretário da Defesa Civil se deslocou de Mato Grosso do Sul para Mato Grosso. Em conjunto com a Defesa Civil de Mato Grosso, elaboramos um plano de trabalho que foi aceito e estamos liberando o recurso em menos de 24 horas”, anunciou o ministro. 

Comentários no Facebook

Sitevip Internet