Olhar Direto

Terça-feira, 02 de março de 2021

Notícias / Ciência & Saúde

Hospital Geral de Cuiabá realiza gratuitamente testes rápidos de HIV

Da Redação - José Lucas Salvani

01 Dez 2020 - 16:04

Foto: Reprodução

Hospital Geral de Cuiabá realiza gratuitamente testes rápidos de HIV
O Hospital Geral e de Maternidade de Cuiabá realizará gratuitamente teste rápidos de diagnóstico de HIV entre os dias 10 e 11 de dezembro. A ação faz parte da campanha “Dezembro Vermelho”. Para realizar o teste, basta comparecer na unidade portando o cartão do Sistema Único de Saúde (SUS) e um documento de identificação.

Leia mais:
SES faz alerta sobre queda de número de exames de HIV em período de pandemia

Para o teste rápido, basta apenas uma gota de sangue. A médica infectologista do Hospital Geral, Kadja Samara, é importante que a pessoa que não tem conhecimento da sua sorologia que procure o serviço para testar, porque o quanto antes for diagnosticado o HIV com início precoce do tratamento, melhor será a qualidade de vida dessa pessoa.

De acordo com a enfermeira do setor de Serviço de Controle de Infecção Hospitalar (SCIH) do HG, Alessandra da Sia, o hospital participa de todas as campanhas de conscientização que alertam a sociedade sobre os cuidados com a saúde. "As duas causas do mês de dezembro são extremamente importantes para a população. O Brasil é um país que registra muitos casos de câncer de pele e a utilização de proteção não é rotina. E, com a AIDS, precisamos de ações contínuas de prevenção, só assim evitaremos contaminações e diminuiremos a mortalidade".

Segundo o Ministério da Saúde, cerca de 900 mil pessoas possuem o HIV no Brasil. Desse número, 135 mil não sabem que estão infectadas. No mundo, a Organização das Nações Unidas estima que existem 1,7 milhão de pessoas com o vírus. Por isso, a Organização Mundial de Saúde orienta que os países busquem a meta 90-90-90. Isso é, o diagnóstico de 90% das pessoas infectadas. Dessas, que 90% tenham acesso ao tratamento. E, por fim, que 90% consiga reduzir o vírus a níveis indetectáveis.

É importante ressaltar que, hoje em dia, nem todo mundo que é portador do vírus HIV chega a adquirir Aids. A transmissão do HIV se dá através da troca de fluidos corporais (sangue, leite materno e sêmen). Vale frisar que interações comuns como tocar, beijar, dividir objetos não transmite o vírus. Isso é importante para conscientizar a população a fim de diminuir a discriminação sofrida pelos portadores dessa doença.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet