Olhar Direto

Quinta-feira, 04 de março de 2021

Notícias / Cidades

Professores do CEJA Cesário Neto são notificados e temem fechamento de escola

Da Redação - José Lucas Salvani

02 Dez 2020 - 09:21

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Professores do CEJA Cesário Neto são notificados e temem fechamento de escola
Professores do Centro de Educação Jovens e Adultos (CEJA) Professor Antonio Cesario De Figueiredo Neto foram notificados para fazer a transferência de unidades nesta última segunda-feira (30). Devido a notificação, servidores temem pelo fechamento da unidade educacional e oferta indevida de horários aos alunos que precisam de uma programação diferenciada para poder estudar.

Leia mais:
Professores afirmam que receberam comunicação informal de fechamento de Escola e se mobilizam

“Está sendo feito um redimensionamento das unidades escolares. Esse é o termo técnico que a Seduc está utilizando. Na prática, está fechando algumas escolas e distribuindo os alunos, como falam, em unidades mais adequadas em questões de estrutura. Só que nem todas as escolas que estão sendo redimensionadas têm estrutura ruins, que é o caso dos CEJAs. Está tirando a oferta da educação de jovens e adultos, que geralmente são feitas em áreas centrais, e estão dizendo que atendem melhor nos bairros”, explicou Lucimberg Camargo, diretor do CEJA Cesário Neto, ao Olhar Direto.

“Só que no caso do Cesário Neto, os alunos estão pela escolha que fizeram. Em Cuiabá, só o Almira de Amorim no CPA e o Cesário Neto no centro que oferecem educação no diurno. Em nenhum momento, o secretário disse que vai ser ofertado nos bairros durante o dia, já que nesse período são as outras modalidades regulares. Até a agora a gente só vê que será ofertado no noturno”, completa.

Na última quinta-feira (27), a Defensoria Pública de Mato Grosso, por meio do Grupo de Atuação Estratégia em Defesas de Direitos Coletivos de Educação Pública (Gaedic Educação), informações à Seduc-MT sobre o fechamento de 19 unidades escolares no estado e recomendou que nenhuma escola seja desativada antes da realização de uma audiência pública com a sociedade e órgãos de proteção à criança e ao adolescente.

Já nesta terça-feira (1), professores e funcionários da Escola Estadual Salim Felício, no bairro Parque Cuiabá, na capital, relatam que receberam uma comunicação informal de que a escola, que atende 578 alunos, seria fechada, e os estudantes remanejados para outros colégios. Agora, eles se mobilizam para tentar evitar que isto se concretize.

“A Seduc falou que mandou um e-mail nos informando sobre o fechamento da escola. Mas já vasculhamos nosso e-mail e não existe e-mail nenhum sobre isso. Informalmente, já ficamos sabendo que nossas turmas serão distribuídas entre três escolas. Mas não temos nada oficial. Estamos preocupados, sem saber como proceder”, afirma a diretora Diva Maria Kleber.

Ainda nesta terça-feira, a Seduc informou que a unidade será fechada temporariamente porque será construída uma nova sede, mais ampla, com recursos de cerca de R$ 5,5 milhões. Com isso, as 20 turmas da unidade serão redimensionadas para escolas que atenderão os estudantes mais próximos das suas residências. São as EE Heliodoro Capistrano (bairro Parque Cuiabá), Historiador Rubens de Mendonça (Cohab Saão Gonçalo) e Alice Fontes Pinheiro (bairro Nossa Senhora Aparecida).

Conforme o secretário de Educação, Alan Porto, será realizado licitação para a construção de um novo prédio com 16 salas de aula, com dependências administrativas, além de laboratório, acessibilidade e uma quadra poliesportiva. Será num terreno próximo do antigo imóvel. A nova escola estará pronta entre um ano e meio e dois anos.

Outro lado

A Secretaria de Estado de Educação entrou em contato com todas as unidades escolares que passarão pela reorganização educacional. Os secretários das escolas redimensionadas enviaram uma lista com o nome dos profissionais da educação – professores, técnicos e apoios – efetivo e a relação das escolas que esses profissionais escolheram para fazer o processo de atribuição de aulas.

Aos profissionais da Educação foi oportunizado a escolha da escola para a contagem de pontos.

 

Comentários no Facebook

Sitevip Internet