Olhar Direto

Quinta-feira, 28 de janeiro de 2021

Notícias / Política MT

Lúdio afirma que MT está entrando na segunda onda antes do declínio da primeira e alerta para aumento de casos

Da Redação - Wesley Santiago/Do Local - Isabela Mercuri

03 Dez 2020 - 15:44

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Lúdio afirma que MT está entrando na segunda onda antes do declínio da primeira e alerta para aumento de casos
O deputado estadual e médico sanitarista Lúdio Cabral (PT) afirmou que Mato Grosso está entrando na segunda onda da pandemia do novo coronavírus antes do declínio da primeira e fez um alerta para o aumento da média móvel de novos casos no Estado. Segundo o parlamentar, que faz parte da Comissão de Saúde, Previdência e Assistência Social da Assembleia Legislativa, este é o primeiro indicador antes que os óbitos comecem a subir da mesma maneira.

Leia mais:
Deputados criticam relaxamento de medidas e apontam redução na velocidade de queda da Covid-19
 
Segundo o deputado, alguns dados alimentados pelo Estado acabaram atrapalhando um pouco os gráficos feitos por ele. Porém, mesmo assim já é possível afirmar que os mato-grossenses precisam começar a ser preocupar com a situação que se vislumbra nos próximos dias.
 
“Um trabalho que vinha fazendo desde agosto, setembro, era projetar a velocidade da descida e os cenários futuros. Com base nisto, que era lento, teríamos chegado no dia primeiro de dezembro a uma média móvel de sete dias de 250 casos/dia e de 3 óbitos/dia. Ontem, era de 515 casos novos/dia e de 7 óbitos/dia. É o dobro das projeções que eu vinha fazendo com base na velocidade em que a curva estava descendo”, explicou o médico sanitarista.
 
O parlamentar ainda lembra que, em outubro, houve bastante variações nos números de casos. “Teve um dia com muitos casos recuperados que foram alimentados, o que atrapalhou a análise. Em novembro, tem um ou dois dias com muitos casos notificados, o que alterou a tendência da curva”.
 
“Depois de 15 de novembro, a curva foi adquirindo uma tendência sustentada de crescimento no número de casos novos. No gráfico de óbitos, existe uma estabilidade há uns dez dias. O detalhe é que a curva epidêmica começa a subir por este indicador de casos novos. Este reflexo começa a aparecer no número de óbitos posteriormente”, alertou.
 
Por fim, o parlamentar assertivou que é preciso estar bastante atento e redobrar os cuidados. “Estamos entrando em uma segunda onda, que está acontecendo antes do declínio da primeira, sobre ela”.
 
Recentemente, Lúdio disse que “as decisões que os governantes tomaram de flexibilização das medidas de restrição de circulação foram todas precoces, imprudentes, intempestivas e desafiaram o vírus em todas essas oportunidades [...] Isso passa uma mensagem à população, que capta essa mensagem e incorpora ela a seu cotidiano. É como se vivêssemos um cenário de normalidade com a epidemia ainda presente entre nós em um patamar elevado”, acrescentou.

Dados da pandemia

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta quarta-feira (02.12), 160.540 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 4.161 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 814 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 160.540 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 2.900 estão em isolamento domiciliar e 152.973 estão recuperados.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (35.649), Rondonópolis (11.910), Várzea Grande (11.370), Sinop (8.431), Sorriso (6.909), Lucas do Rio Verde (6.293), Tangará da Serra (6.178), Primavera do Leste (5.305), Cáceres (3.617) e Nova Mutum (3.415).

Comentários no Facebook

Sitevip Internet