Olhar Direto

Notícias / Cidades

Vacinas da índia podem chegar em MT ainda no sábado mas só devem ser utilizadas após fim de 1º lote da Coronavac

Da Redação - Wesley Santiago

22 Jan 2021 - 15:35

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Vacinas da índia podem chegar em MT ainda no sábado mas só devem ser utilizadas após fim de 1º lote da Coronavac
As vacinas de Oxford, produzidas no Instituto Serum, na Índia e que devem chegar ao país no próximo sábado (23), possivelmente estarão em Mato Grosso ainda na noite do mesmo dia, segundo nota técnica encaminhada pelo Governo Federal aos Estados e municípios. Porém, as doses só devem começar a ser aplicadas após o fim do primeiro lote da Coronavac.

Leia mais:
MPE abre procedimento para fiscalizar vacina em VG e evitar 'furos na fila'; MPF mira 31 municípios
 
“O Governo Federal disse que, chegando a vacina amanhã, eles já encaminham para os Estados no mesmo dia. Na nota técnica, colocaram que até a noite já estaria em poder do governo de Mato Grosso. Depois tem todos os procedimentos, então, acredito que até segunda-feira deve estar em poder do município”, explicou ao Olhar Direto a secretário de Saúde da Capital, Ozenira Félix.
 
Ainda conforme a secretária, primeiro Cuiabá terminará de aplicar a primeira dose da Coronavac, para somente depois dar início a vacinação de outras pessoas com a vacina de Oxford. “Quem tomou esta primeira, não pode tomar a segunda dose de outra”, explicou a gestora.
 
Segundo a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), os imunizantes vindos da Índia estarão prontos para serem despachados para os Estados ainda no sábado, após checagem de qualidade e segurança, além de rotulagem e etiquetagem.
 
"A carga vinda da Índia será transportada em voo comercial da companhia Emirates ao aeroporto de Guarulhos e, após os trâmites alfandegários, seguirá em aeronave da Azul para o aeroporto internacional Tom Jobim, no Rio de Janeiro", detalhou o Ministério da Saúde em nota.
 
O governo indiano havia suspendido a exportação de doses até iniciar seu próprio programa doméstico de imunização, no fim de semana passado. No início desta semana, enviou carregamentos gratuitos para países vizinhos, incluindo Butão, Maldivas, Bangladesh e Nepal.
 
O Brasil vinha enfrentando dificuldades para liberar a carga de 2 milhões de doses que comprou do Instituto Serum. Na quarta (20), o ministro das Relações Exteriores brasileiro, Ernesto Araújo, disse que não havia prazo para receber o carregamento, mas negou que problemas políticos e diplomáticos com a Índia tenham atrasado a entrega.
 
Não foi informada a quantidade de vacinas que será destinada para Mato Grosso. Para todo o país, serão dois milhões de doses.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet