Olhar Direto

Sábado, 27 de fevereiro de 2021

Notícias / Cidades

Cuiabanos preferem BRT mesmo desconhecendo a diferença entre modais

Especial para o Olhar Direto - Marcos Salesse

23 Jan 2021 - 15:48

Foto: Marcos Salesse

Cuiabanos preferem BRT mesmo desconhecendo a diferença entre modais
Com impasse sobre qual modal de transporte será inserido em Cuiabá (VLT ou BRT), o Olhar Direto foi investigar nas ruas qual o posicionamento da população. Diante da disputa protagonizada pelo governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM), e o prefeito da capital, Emanuel Pinheiro (MDB), o que fica para o cidadão que utiliza o transporte público diariamente é o desconhecimento sobre a diferença entre ambas as propostas. Apesar das incertezas, o BRT lidera a preferência dos cuiabanos.

Leia também:
Jornalista cuiabano apresenta VLTs pelo Brasil em série de reportagem: veja como funciona o de Teresina

Enquanto o fluxo de pedestres seguia intenso na região central, conversamos com Joselin Rajas, venezuelana de 25 anos e que há três tem Cuiabá como sua morada. Usuária assídua do transporte público, a moça afirmou que apesar de não ter muita proximidade com os modais, gostaria que a escolha fosse pautada pela facilidade no deslocamento dos trabalhadores.

“Não sei bem qual a diferença entre os dois, mas acho que o prefeito e o governador precisam procurar o melhor dos dois lados. Moro no CPA 4 e trabalho no bairro Santa Rosa, tenho que chegar às 8 horas da manhã e para isso preciso sair de casa às 6 horas”, conta a moça que atua como babá.

Ainda em entrevista, Joselin afirmou que as dificuldades para se deslocar não são uma exclusividade de sua rotina. “Sei de muita gente que mora no CPA por exemplo e trabalha no Distrito Industrial. É um trajeto é bem complicado de fazer”, disse.

Já para o vendedor de 24 anos, Alexandre Rosa Borges, apesar da necessidade de haver um diálogo maior entre os representantes da população, é improvável que a resolução surja a partir de um acordo. “Se fosse para chegar em uma resolução o prefeito e o governador precisariam sentar e conversar, mas bem improvável que eles se resolvam, acho que quem tiver mais poder vai acabar decidindo”, comentou.

Alexandre Rosa (Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto)

Mesmo com o impasse, Alexandre acredita que o BRT seria o melhor sistema de transporte para a realidade cuiabana, principalmente pelo impacto econômico. “Esse seria um bom sistema de transporte para a nossa cidade, já que ele tem um valor menor para executar”, concluiu.

Para a construção desta matéria oito pessoas foram entrevistas, e destas quatro disseram preferir o BRT, duas optam pelo VLT, e outras duas não souberam responder. Apesar das escolhas, foi unânime a manifestação de desconhecimento sobre os detalhes para a implantação de ambos os modais.

Disputa entre Paiaguás e Alencastro

Nesta quinta-feira (21) durante entrevista transmitida pelo Instagram do Olhar Direto, o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) afirmou que não participaria da reunião técnica marcada pelo Governo do Estado na tarde desta sexta-feira (22). Para dar andamento ao processo de análise sobre a possível implantação do VLT, um comitê municipal será criado para a realização de estudos técnicos sobre o tema.

Em resposta ao posicionamento do prefeito, Mauro Mendes (MDB) criticou a postura do gestor e afirmou que ele estaria jogando contra os cuiabanos.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet