Olhar Direto

Quinta-feira, 04 de março de 2021

Notícias / Política MT

Neurilan diz que pediu a Paulo Guedes manutenção de auxílio emergencial e socorro a municípios

Da Redação - Isabela Mercuri / Do local - Max Aguiar

27 Jan 2021 - 15:10

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Neurilan diz que pediu a Paulo Guedes manutenção de auxílio emergencial e socorro a municípios
O presidente da Associação Mato-grossense de Municípios (AMM), Neurilan Fraga (PL), afirmou que conversou com a equipe do ministro da Economia, Paulo Guedes, e pediu a manutenção do auxílio emergencial para as pessoas e também para as prefeituras. No entanto, ainda não há sinalização positiva.

Leia também:
Senador de MT cobra maior fiscalização diante de desvios alarmantes no auxílio emergencial

“Tivemos uma videoconferência na semana passada com a equipe do ministro Paulo Guedes, estamos conversando com as lideranças políticas no Congresso, pela continuidade do auxílio emergencial para a população, como também, do auxílio emergencial para as prefeituras, pois a crise econômica continua. Pois com a pandemia, afeta a economia”, afirmou.

O auxílio foi pago de abril a dezembro de 2020, e atualmente há, na Câmara dos Deputados, um projeto em tramitação (5650/20) que prevê a prorrogação do pagamento até 30 de abril de 2021. Ele foi criado para ajudar pessoas em situação de vulnerabilidade social durante a crise da Covid-19.

Em janeiro de 2021 também acabou a vigência do decreto decalamidade pública, aprovado pelo Congresso Nacional em março de 2020 e, assim, dificultou a continuidade do pagamento do auxílio financeiro a estados e municípios.

Segundo Neurilan, ainda não há sinalização positiva para a manutenção dos auxílios. “Uma das questões que estão estudando é quando teremos um grande número de pessoas vacinadas. Há uma incerteza por conta da vacinação. Supondo que até segundo semestre teremos grande número de vacinados, sinaliza uma notícia boa para a economia”, afirmou.

“A equipe econômica tem esse sentimento de incerteza de termos grande parte da população vacinada ainda no primeiro semestre. Acredito que nessa semana teremos nova videoconferência”, finalizou o presidente.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet