Olhar Direto

Segunda-feira, 19 de abril de 2021

Notícias / Cidades

RECÉM-INAUGURADA

Suposto desmoronamento é registrado em obra da Orla de VG; Prefeitura nega problemas

Da Redação - Marcos Salesse

21 Fev 2021 - 17:14

Foto: Foto: Reprodução

Suposto desmoronamento é registrado em obra da Orla de VG; Prefeitura nega problemas
Circula pelas redes sociais e aplicativos de mensagem algumas imagens que mostram um suposto desabamento na região da  Orla da Alameda, em Várzea Grande. Nos registros é possível notar que parte da estrutura feita com pedras começou a ceder. Apesar do que mostra as imagens, a Prefeitura do município nega que a região esteja desabando. 

Leia mais:
Mulher mata cunhado com facada no peito durante briga com a irmã; suspeita é procurada

Em nota, a Prefeitura de Várzea Grande afirmou que até o momento apenas a primeira etapa da obra foi entregue, concentrada na área de passeio, e que outras duas etapas ainda serão finalizadas. 

Outro ponto indicado pelo executivo do município é que a empresa responsável pela obra, caso seja notificada sobre qualquer tipo de problema, em um espaço de cinco anos, é obrigada a fazer todas as reparações necessárias. 

Apesar da inauguração oficial da Orla da Alameda ter acontecido no final de 2020, a expectativa é que toda a obra seja concluída em agosto de 2021. 

Leia a íntegra da nota emitida pela Prefeitura: 

“Apenas a parte do passeio da Orla da Alameda foi entregue no final do ano passado, em sua primeira etapa. Ainda existem outras duas etapas da obra sendo executada, portanto, não há que se falar em desmoronamento, já que a obra foi concebida, justamente, para conter a erosão existente em parte da Alameda Júlio Muller. 

Lembramos ainda que todas as obras municipais são executadas e cobertas com a Garantia Quinquenal (05 anos), prevista no Código Civil e em havendo qualquer problema a municipalidade notifica a empresa a executar reparos, sinalizando novamente que as obras ainda não estão concluídas e devem demorar cerca de seis meses para serem completadas, portanto, não se tem que falar em suposto desmoronamento.”

Comentários no Facebook

Sitevip Internet