Olhar Direto

Quinta-feira, 25 de fevereiro de 2021

Notícias / Política MT

Deputados fecham chapa com Russi na presidência; Na UTI, Barranco fica fora da composição

Da Redação - Isabela Mercuri / Do local - Max Aguiar

22 Fev 2021 - 19:40

Deputados fecham chapa com Russi na presidência; Na UTI, Barranco fica fora da composição
Após cerca de três horas de reunião na casa do deputado estadual Eduardo Botelho (DEM), os parlamentares conseguiram chega a um acordo de apenas reorganizar os nomes da atual Mesa Diretora para a nova eleição, que deve acontecer na terça-feira (23). Segundo informações de bastidores, os parlamentares deixaram a casa de Botelho. 

Leia também:
Botelho orienta Procuradoria-Geral a não recorrer de decisão que o retirou da presidência

A nova chapa seria: Max Russi (PSB) como presidente, Dilmar Dal Bosco (DEM) como vice, Eduardo Botelho (DEM) como primeiro secretário e Janaina Riva (MDB) como segunda secretária. Os demais nomes seriam: Wilson Santos como 2º vice-presidente e Delegado Claudinei (PSL) como terceiro secretário. O 4º secretário, no entanto, ainda deve ser escolhido, porque Paulo Araújo não poderia entrar, já que seria reeleição. Um nome que pode estar em jogo para esta vaga seria o do deputado Dr. Gimenez (PV).

Valdir Barranco (PT), que está em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em São Paulo, tratando a infecção pela Covid-19, ficou fora da composição porque não poderia estar presente para assinar a chapa. Ele estava, antes, como 2º secretário. 

Posse suspensa

O Supremo Tribunal Federal suspendeu nesta segunda-feira (22) a eleição que reconduziu o deputado Botelho ao cargo de presidente de Assembleia Legislativa. Decisão em caráter liminar é do ministro Alexandre de Moraes. Prazo de 48 horas foi estabelecido para que a Casa de Leis comunique a data da nova eleição. 
 
A Rede Sustentabilidade foi quem ajuizou, no STF, a Ação Direta de Inconstitucionalidade, com pedido de liminar, contra norma da Constituição do Estado de Mato Grosso que autoriza a recondução do presidente da Assembleia Legislativa.

O partido pede que o dispositivo seja interpretado de forma que a recondução seja vedada dentro da mesma legislatura ou em legislaturas diferentes.

O deputado Eduardo Botelho (DEM) disse, logo depois, que cumpriria a decisão e convocaria um novo pleito em breve. Ele se disse tranquilo com a situação e pontuou que fez sua missão como presidente. A nova eleição deve acontecer na noite de terça-feira (23).

Comentários no Facebook

Sitevip Internet