Olhar Direto

Sábado, 27 de fevereiro de 2021

Notícias / Política MT

Convidado para compor Mesa Diretora, Dilmar não vê problema em acumular função de líder do governo

Da Redação - Wesley Santiago/Do Local - Max Aguiar

23 Fev 2021 - 09:53

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Convidado para compor Mesa Diretora, Dilmar não vê problema em acumular função de líder  do governo
O deputado estadual Dilmar Dal Bosco (DEM), convidado pelo colega Eduardo Botelho para compor a provável chapa única que formará a nova Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) afirmou na manhã desta terça-feira (23) que não vê problema em acumular o cargo de vice-presidente da Casa de Leis com a função de líder do governo, a qual atualmente ocupa.

Leia mais:
Janaina adere à chapa de Max para a nova Mesa Diretora como 2ª secretária

Dilmar lamentou a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre Moraes, que suspendeu o terceiro mandato de Eduardo Botelho à frente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso. “Lamentou porque ele é do meu partido. Estava defendendo ele no cargo. Mas existe uma decisão judicial e ela tem de ser cumprida, ainda mais que ele decidiu não recorrer”.
 
Mais cedo, o deputado disse ter recebido de Botelho o convite para compor a nova Mesa Diretora da Casa de Leis. O que se especula é que ele possa ser vice-presidente na chapa, que deverá ser única na disputa.
 
“Acredito que o vice-presidente pode ser líder do governo da mesma maneira. Acredito que haveria problema se fosse presidente ou primeiro secretário. Estou conversando com todos colegas deputados. Temos um respeito mútuo aqui dentro. Não vejo problema participar da Mesa e ser líder. Não atrapalha nada minha postura aqui”, pontuou o parlamentar.
 
Dilmar ainda pontuou que o govenador Mauro Mendes tem acompanhado as movimentações da composição da nova Mesa Diretora e que, independente de quem seja o novo presidente, é preciso continuar o diálogo que vinha sendo mantido até então entre os Poderes. “Estou tranquilo, mas se precisar de mim, estou pronto para a batalha”.

A eleição da nova Mesa deve ocorrer em sessão nesta terça-feira (23), às 19h. As inscrições das chapas serão feita até às 17h. Além do grupo de Max, quem também articula uma candidatura à Presidência da Asssembleia é Silvio Fávero (PSL). Porém, nos bastidores é forte a possibilidade de que ela não vá para frente.

Além de Botelho (presidente), Janaina (1ª vice) e Max (1º secretário), Mesa deposta era formada por: Wilson Santos (PSDB), como 2º vice-presidente; Valdir Barranco (PT), como 2º secretário; Claudinei Lopes (PSL), como 3º secretário; e Paulo Araújo (Progressistas), como 4º secretário.

A Rede Sustentabilidade foi quem ajuizou, no STF, a Ação Direta de Inconstitucionalidade, com pedido de liminar, contra norma da Constituição do Estado de Mato Grosso que autoriza a recondução do presidente da Assembleia Legislativa.
 
O partido pediu que o dispositivo fosse interpretado de forma que a recondução seja vedada dentro da mesma legislatura ou em legislaturas diferentes.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet