Olhar Direto

Sábado, 27 de fevereiro de 2021

Notícias / Cidades

Escolas Militares de MT se destacam no Ideb e Governo planeja dobrar número de unidades no Estado

Da Redação

23 Fev 2021 - 17:31

Foto: David Borges

Escolas Militares de MT se destacam no Ideb e Governo planeja dobrar número de unidades no Estado
O bom desempenho das Escolas Estaduais Militares de Mato Grosso no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) foi enfatizado pelo secretário de Estado de Educação, Alan Porto, ao dar posse, na manhã desta segunda-feira (22.02), aos diretores das quatro novas unidades.

Leia também:
Secretaria divulga lista de professores temporários aprovados em processo seletivo; salários de até R$ 4,8 mil

Mato Grosso possui atualmente 12 unidades geridas pela Seduc e pela PM e, até o fim do ano, de acordo com o secretário de Educação, o objetivo do Governo do Estado é dobrar esse número.

Alan Porto citou a Escola Estadual da Polícia Militar Tiradentes Soldado PM Adriana Morais Ramos, de Lucas do Rio Verde, que obteve 7,1 nos Anos Finais do Ensino Fundamental. A mesma nota foi alcançada pela Escola Estadual da PM Cabo Israel Wesley Prado de Almeida, de Juara.

A EE Tiradentes de Cuiabá, obteve o índice de 6,4, o maior das escolas estaduais da Capital. Enquanto a média estadual no Ideb, para os Anos Finais do Ensino Fundamental foi de 4,5, a menor nota nas escolas militares foi de 6,4.

Na avaliação do Ensino Médio as escolas militares também se destacam. Enquanto a média estadual no Ideb foi de 3,4, nas escolas militares foi de 4,9 a 6,2.

Choque de gestão

O secretário afirmou que a parceria entre a Seduc e a PM nas escolas estaduais será um choque de gestão que vai refletir em ótimos resultados na aprendizagem.

"Estamos em um momento de grandes mudanças, com diversas ações sendo implantadas para melhorar a aprendizagem de nossos estudantes. A criação das escolas militares é uma destas ações e ocorre com apoio da sociedade. Em 2020 tínhamos cerca de 3 mil estudantes nas escolas militares e para 2021 já são quase 9 mil", exemplifica.

Alan Porto apontou que para melhorar os indicadores de desenvolvimento da educação básica em toda a rede estadual de ensino, os investimentos, até 2022, vão se aproximar de R$ 1 bilhão. "São investimentos em infraestrutura, na área tecnológica e, em especialmente, na área pedagógica".

O secretário ainda destacou a criação, dentro da Seduc, de uma coordenadoria militar que visa facilitar a criação das novas unidades e fazer o acompanhamento dos resultados.

Comandante-adjunto da Polícia Militar, coronel Daniel Alvarenga enfatizou que a parceria Seduc e PM tem sido exitosa. "A palavra de ordem neste momento é de gratidão por tão nobre missão junto com a Seduc, contribuindo com a formação de nossos jovens e adolescentes".

Escolas transformadas

As novas escolas militares estão localizadas em Barra do Garças, Várzea Grande, Cáceres e Tangará da Serra. Todas eram escolas estaduais que foram transformadas, de acordo com a Lei 11.273, de dezembro de 2020.

Pela lei, os alunos já matriculados nas unidades transformadas podem continuar os estudos sem passar por um processo seletivo.

O secretário enfatizou que a área pedagógica continua de responsabilidade da Seduc, tanto em caso de criação de novas escolas militares ou na transformação das que já existem.

Tomaram posse, nesta segunda-feira:
Tenente-coronel Naildo Guedes Lima da E.E. da Polícia Militar Tiradentes SD PM Vanilson da Silva Carvalho, em Barra do Garças;
Segundo-tenente Paulo Pinto do Nascimento Jatobá da E.E. Natalino Ferreira Mendes e Escola da PM Tiradentes CB PM RR David Maciel de Campos, em Cáceres;
Capitão Márcio Pereira da Silva, da E.E. da Polícia Militar Tiradentes 1º Tenente PM Salomão Fernandes Ferreira Piovesan, em Tangará da Serra;
Tenente-coronel Edivaldo Souza de Oliveira da E.E. da Polícia Militar Tiradentes Tenente Coronel PM Louirson Rodrigues Benevides, em Várzea Grande.

Novos nomes

Os nomes das novas escolas militares de Mato Grosso homenageiam policiais já falecidos e que prestaram serviços relevantes à sociedade. As unidades de ensino ficam em Barra do Garças, Várzea Grande, Cáceres e Tangará da Serra. Os diretores tomam posse nesta segunda-feira (22.02), em cerimônia na Secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT), a partir das 8h30.

A Lei estadual 11.273, de 18 de dezembro de 2020, estabelece que as escolas estaduais que forem transformadas em militares vão homenagear um militar que tenha atuado na região onde fica a instituição de ensino. A instituição que será responsável pela direção da unidade apresenta três opções de nomes e a escolha é feita em audiência pública.

As novas escolas militares são:

•         E.E. da Polícia Militar Tiradentes SD PM Vanilson da Silva Carvalho, em Barra do Garças (antiga E.E. São João Batista). Diretor: tenente-coronel PM RR Naildo Guedes Lima;
•         E.E. Natalino Ferreira Mendes e Escola da PM Tiradentes CB PM RR David Maciel de Campos, em Cáceres. Diretor: 2º tenente Paulo Pinto do Nascimento Jatobá. Nessa unidade também foi mantido o antigo nome.
•         E.E. da Polícia Militar Tiradentes 1º Tenente PM Salomão Fernandes Ferreira Piovesan, em Tangará da Serra (antiga E.E. Emanuel Pinheiro). Diretor: capitão Márcio Pereira da Silva;
•         E.E. da Polícia Militar Tiradentes Tenente Coronel PM Louirson Rodrigues Benevides, em Várzea Grande (antiga E. E. Nadir de Oliveira). Diretor: tenente-coronel PM RR Edivaldo Souza de Oliveira.

Veja a história dos patronos das novas escolas miliares de MT:

E.E. Ten-Cel PM Louirson Rodrigues Benevides


Nascido em 30 de janeiro de 1975, em Cuiabá, o tenente-coronel entrou nos quadros da PM quando tinha 20 anos. Ao longo da carreira, fez o Curso de Formação de Oficiais e, em 1997, quando se tornou aspirante a oficial, foi designado para trabalhar no 6º Batalhão da PM em Cáceres. Depois, atuou em Mirassol D’Oeste, São José dos Quatro Marcos, Tangará da Serra, Colniza, Várzea Grande e na Capital.

Em 2011, foi transferido para a unidade que se tornou seu maior referencial institucional: o Batalhão de Proteção Ambiental, em Várzea Grande. Envolvido na causa ambiental, frequentou cursos na Marinha do Brasil e Polícia Militar de São Paulo. Deixou naquele batalhão um legado de trabalho digno, valorização do aprendizado interdisciplinar e compartilhado e esforço pela preservação do meio ambiente e sustentabilidade.

Em 2014, foi designado para o 10º Batalhão de Cuiabá, no Comando da 1ª Companhia Independente da cidade de Chapada dos Guimarães e Quartel do Comando Geral da PMMT. No ano seguinte, quando estava na região do Pantanal com amigos durante o feriado de Tiradentes, sofreu acidente em uma das pontes da região. O carro em que o militar estava caiu no rio e afundou, e Benevides morreu afogado.

E.E. SD PM Vanilson da Silva Carvalho, em Barra do Garças

O cabo PM nasceu em 24 de fevereiro de 1990, em Baliza (GO), e entrou na PM de Mato Grosso em 7 de fevereiro de 2011, no polo da cidade de Água Boa. Trabalhou naquela unidade até 12 de maio de 2015. Depois, foi transferido para o 5º Comando Regional em Barra do Garças, onde serviu no Pelotão PM de Força Tática/Araguaia.

Durante a carreira, fez cursos de formação de soldados, de capacitação da Rotam (Ronda Ostensiva Tático Metropolitana) e de táticas policiais avançadas do Batalhão de Operações Especiais (Bope). O policial recebeu seis elogios de seus comandantes pelos serviços prestados e tinha comportamento considerado ótimo pela instituição.

Em 14 de junho de 2017, em Aragarças (GO), o PM estava com o irmão quando ambos foram surpreendidos por dois assaltantes. O policial reagiu e atirou nos dois bandidos, sendo que um deles morreu no local. Porém, atingido por quatro tiros, o militar morreu na manhã do dia seguinte. Em setembro do mesmo ano, a PM promoveu o então soldado ao cargo de cabo da instituição.

E.E. da PM Tiradentes 1º Tenente PM Salomão Fernandes Ferreira Piovesan, em Tangará da Serra

Nascido em 15 de julho de 1986, o 1º tenente Salomão Fernandes Ferreira entrou na Polícia Militar em fevereiro de 2009, quando foi aprovado em primeiro lugar no Curso de Formação de Oficiais. Após atuar no 4º Batalhão do Comando Regional II em Várzea Grande, ele foi transferido em janeiro de 2013 para o Comando Regional de Tangará da Serra.

O tenente era considerado um policial militar íntegro, prestativo, dedicado e comprometido, e um líder exemplar que tinha interesse e satisfação em instruir os subordinados nas tarefas que lhes eram confiadas.

O policial morreu no dia 1º de julho de 2013, em Tangará da Serra. Ele estava de folga quando foi chamado para socorrer uma vítima de crime e foi baleado. Em 2015, a Academia de Polícia Militar Costa Verde inaugurou o Dojô (local de treino de artes marciais) Ten. Cel. Salomão, em função da conduta exemplar do militar. 

E.E. Natalino Ferreira Mendes e Escola da PM Tiradentes CB PM RR David Maciel de Campos, em Cáceres

David Maciel de Campos nasceu em 15/08/1961 e entrou na Polícia Militar em fevereiro de 1981. Ainda na década de 1980, ele foi o idealizador da Guarda Mirim de Cáceres, onde além dos serviços policiais, ajudava crianças e jovens na formação de caráter e boas maneiras.

O policial aposentou-se no dia 31 de janeiro de 2005, por tempo de serviço, mas ainda manteve os trabalhos na sociedade local, deixando um legado de liderança entre a juventude local, auxiliando na formação de cidadãos.

O cabo também participou da Associação de Moradores e outras atividades. Ele foi suplente de vereador na década de 2000 e foi presidente da União das Associações Rurais e Comunitárias (Unarc). O policial militar faleceu em novembro de 2015, após sofrer um infarto quando estava em casa.
 

Comentários no Facebook

Sitevip Internet