Olhar Direto

Segunda-feira, 19 de abril de 2021

Notícias / Cidades

ALTAMENTE CONTAGIOSA

Estudo detecta variante inglesa da Covid-19 em Cuiabá e cidade do interior de Mato Grosso

Da Redação - Pedro Coutinho Bertolini

25 Fev 2021 - 10:16

Foto: Reprodução

Estudo detecta variante inglesa da Covid-19 em Cuiabá e cidade do interior de Mato Grosso
Cuiabá e Primavera do Leste são as cidades de Mato Grosso que identificaram casos da nova variante do coronavírus. Considerada mais contagiosa que a primeira versão, esta linhagem, detectada primeiramente no Reino Unido, já está disseminada em 60 países, segundo a Organização Mundial da Saúde. No Brasil, está presente em 16 cidades espalhadas por oito estados.

Leia também: 
Nenhum dos casos de pessoas infectadas com variantes da Covid é de MT

Reportagem da Agencia Brasil noticiou o resultado de estudo realizado pelo Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e pela Rede Corona-Ômica, uma sub-divisão da Rede Vírus, comitê criado em março do ano passado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). A conclusão da pesquisa foi divulgada nesta quarta-feira (24).

No estudo, laboratórios e pesquisadores sequenciaram 25 genomas da variante altamente contagiosa do Reino Unido conhecida como B.1.1.7. A pesquisa, que foi realizada pelo laboratório Hermes Pardini e pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), analisou 740 mil exames a partir de amostras do banco de dados do instituto Pardini.

Até a última terça-feira (23), segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde, nenhum dos 204 casos da nova variante inglesa tinham sidos notificados em Mato Grosso. O cenário mudou, contudo, de acordo com a conclusão dos estudos divulgados pela Agencia Pública, nesta quarta-feira (24).

Presente em 60 países, a variante B.1.1.7, foi encontrada em 16 cidades brasileiras espalhadas em oito estados. São elas: Belo Horizonte (MG), Betim (MG), Araxá (MG), Barbacena (MG), Rio de Janeiro (RJ), Campos dos Goytacazes (RJ), Curitiba (PR), Cuiabá (MT), Primavera do Leste (MT), Aracajú (SE), São Paulo (SP), Americana (SP), Santos (SP), Valinhos (SP), São Sebastião do Passe (BA) e Barra do São Francisco (ES).

Originada em Manaus, outras duas variantes têm preocupado especialistas da saúde. Distribuída por todas as regiões do país, essa linhagem foi detectada, até o último sábado (20) em 184 casos de infecção, segundo levantamento feito pelo Ministério da Saúde.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet