Olhar Direto

Notícias / Política MT

NOVAS MEDIDAS

Emanuel encaminha projeto para penalizar estabelecimentos e aguarda definição do toque de recolher

Da Redação - Fabiana Mendes

27 Fev 2021 - 15:24

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Emanuel encaminha projeto para penalizar estabelecimentos e aguarda definição do toque de recolher
O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), anunciou na manhã deste sábado (27), que vai entregar um Projeto de Lei na Câmara Municipal para criar medidas ainda mais rigorosas na fiscalização dos estabelecimentos comerciais que descumprem as medidas já estabelecidas de biossegurança contra o coronavírus. Além disso, ele aguarda a Justiça para definir o toque de recolher entre 23h e 5h.

Leia também:
Emanuel anuncia adesão ao consórcio de compra de vacinas contra Covid-19: "Decisão histórica"

“Após reunião do Comitê Municipal de Enfrentamento à COVID-19, realizada ontem, já havíamos definido a volta do toque de recolher. Entretanto, vamos esperar a decisão da Justiça para definir qual o caminho Cuiabá vai tomar. Enquanto isso, no dia 1º de março, segunda-feira, entregarei ao presidente da Câmara Municipal de Cuiabá, Juca do Guaraná, um Projeto de Lei que determina medidas ainda mais rigorosas na fiscalização dos estabelecimentos que teimam em descumprir as medidas de biossegurança neste período de pandemia, solicitando a votação em urgência urgentíssima”, afirmou o prefeito.

Segundo Pinheiro, as medidas vão da simples advertência até a suspensão do alvará com o fechamento do estabelecimento por até 90 dias. “A base deste Projeto de Lei é a seguinte: aqueles que andam de acordo com a lei, que andam corretamente e que estão preocupados em trabalhar sem causar a proliferação do vírus não podem pagar pelos irresponsáveis que trabalham de qualquer forma e propiciam essa onda crescente de propagação da COVID-19 em Cuiabá”, comentou.

Para o prefeito, este não é o momento de decretar lockdown, pois o setor produtivo não aguenta mais ser penalizado. “O trabalhador precisa do emprego, precisa trabalhar e ganhar o seu salário. A Prefeitura de Cuiabá está trabalhando diuturnamente para vencer a pandemia, e a saída é a vacina. Estamos usando de todos os meios, empregando todos os esforços possíveis e imagináveis para conseguirmos mais vacinas para imunizar toda a população cuiabana. Esse é meu compromisso e eu reitero nesse momento com cada um de vocês”, finalizou.

Também nesta manhã, o chefe do Executivo Municipal informou que a capital mato-grossense irá aderir ao consórcio público nacional para compra de vacinas contra a Covid-19.

Em vídeo publicado nas redes sociais momentos após o encontro, Emanuel Pinheiro comemorou a decisão e disse que a medida irá acelerar a imunização."Tomamos uma decisão histórica, resolvemos nos reunir e criar um consórcio da frente nacional dos prefeitos para adquirir vacinas, equipamentos medicamentos e insumos para o combate a covid-19. Com isso vamos ajudar o governo federal a agilizar com a maior brevidade possível a vacinação, a imunização de toda a população”, declarou.
 

Comentários no Facebook

Sitevip Internet