Olhar Direto

Notícias / Cidades

mini lockdown

Primeira noite do toque de recolher tem restaurantes abertos, blitzes pela cidade e ronda informativa; veja vídeos

Da Redação - Fabiana Mendes

04 Mar 2021 - 09:50

Foto: Reprodução

Primeira noite do toque de recolher tem restaurantes abertos, blitzes pela cidade e ronda informativa;  veja vídeos
Começou na noite desta quarta-feira (3) o toque de recolher a partir das 21h, e o fechamento do comércio em geral às 19h. A Polícia Militar realiza a fiscalização e neste primeiro dia, a Secretaria de Ordem Pública fez uma ronda por Cuiabá para orientar os comerciantes.

Leia mais:
‘Mini lockdown’ entra em vigor nesta quarta-feira em Mato Grosso; veja regras e horários

Nas redes sociais circulam diversos vídeos de viaturas policiais saindo em comboio pelas ruas de Sinop (480 km de Cuiabá).

Há também imagens do restaurante Chopão, no bairro Duque de Caixas, na Capital, aberto por volta das 20h. Outros estabelecimentos da região também funcionavam normalmente.

Questionada, a Secretaria de Ordem Pública afirmou que não houve fechamento de nenhum comércio por parte da pasta.

Olhar Direto também entrou em contato com a Polícia Militar, que por meio da assessoria de imprensa, disse que ainda não está disponível o balanço de comércios vistoriados e possíveis penalidades aplicadas.
 
Em Cuiabá, foram realizadas ao menos duas blitzes, sendo uma delas da Lei Seca na avenida Miguel Sutil, no bairro Santa Helena. Há relatos também de uma ação de fiscalização na avenida Historiador Rubens de Mendonça (Av. do CPA).

Veja as medidas:

Funcionamento do comércio e atividades em geral:

Segunda a sexta: das 5h às 19h
Sábados: das 5h às 12h
Domingo: das 5h às 12h*

Exceções (podem funcionar 24h por dia): Farmácias, serviços de saúde, de hospedagem e congêneres, de imprensa, de transporte coletivo, transporte individual remunerado de passageiros por meio de táxi ou aplicativo, as funerárias, os postos de combustíveis, exceto conveniências, as indústrias, as atividades de colheita e armazenamento de alimentos e grãos, serviços de segurança e vigilância privada, de manutenção e fornecimento de energia, água, telefonia e coleta de lixo, não ficam sujeitas às restrições de horário.

Não podem funcionar das 19h às 5h de segunda a sexta, após as 12h no sábado e domingo: TODOS os estabelecimentos (exceto farmácias, serviços de saúde, funerárias, postos de combustível e indústrias), ou seja, isso inclui supermercados, vendas, lojas, shopping centers, restaurantes, bares, academias e outros.

Toque de recolher: das 21h às 5h; Ou seja: das 21h às 5h TODOS OS CIDADÃOS devem estar em casa. Quem for pego na rua deverá ter uma justificativa (como, por exemplo, trabalhar em serviços de saúde, funerárias, postos de combustível ou indústrias). Haverá barreiras feitas pela Polícia Militar para abordar os cidadãos. 

A diferença entre o horário de funcionamento (até 19h) e o toque de recolher (a partir das 21h) leva em conta o tempo que o cidadão leva para chegar em casa. 

Quem for flagrado na rua entre as 21h e as 5h e não tiver uma justificativa será orientado a ir para casa. Caso não vá, poderá receber multa de R$ 180 (o projeto de lei que estabelece a multa será votado na terça-feira, 2, pela Assembleia Legislativa).

Veja vídeos:

   

Comentários no Facebook

Sitevip Internet