Olhar Direto

Sábado, 15 de maio de 2021

Notícias | Política MT

​Faltam detalhes

Secretário explica situação dos 20 novos leitos de Rondonópolis e faz apelo: “não façam politicagem”

Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto

Secretário explica situação dos 20 novos leitos de Rondonópolis e faz apelo: “não façam politicagem”
O secretário de Saúde de Mato Grosso, Gilberto Figueiredo, fez um pronunciamento explicando o que falta para os 20 novos leitos de UTI instalados em Rondonópolis pelo Governo do Estado entrarem em funcionamento e fez um verdadeiro apelo às autoridades locais para que não usem a questão para fazer “politicagem”.

Leia também:
Vencedora de licitação para administrar os leitos não atendeu aos requisitos técnicos
 
O fato de os 20 novos leitos de UTI aparentemente estarem em condições de funcionar gerou muita reclamação na cidade, tendo em vista a escassez de vagas diante do cenário crítico provocado pela pandemia do novo coronavírus. Gilberto esclarece que a empresa que venceu a licitação ainda precisa apresentar os requisitos técnicos e as escalas dos profissionais para colocar esses leitos em funcionamento.
 
“Já temos 10 dias que a empresa teve o prazo para fazer isso. Ainda não conseguiu, está fazendo um esforço para atender os requisitos necessários e quero crer que em breve nós vamos chegar em uma condição favorável para abrir com segurança os leitos de Rondonópolis”, esclareceu Figueiredo.
 
Diante das inúmeras cobranças que a SES vem recebendo, o secretário pediu compreensão. “Então eu queria pedir à população que tivesse calma. Pedir às autoridades locais que não levem esse assunto para a politicagem. Nós temos responsabilidade no que fazemos, queremos fazer com segurança para a proteção e segurança dos pacientes. Nós queremos salvar vidas e por isso nós precisamos de equipes competentes e que atendam aos requisitos estabelecidos em portaria do Ministério da Saúde e também os requisitos estabelecidos no nosso edital de licitação”, afirmou.
 
Gilberto disse que fez a licitação, contratou a empresa, realizou obras dentro do hospital e as instalações estão prontas para dar início às atividades. “Vinte leitos de UTI necessita de aproximadamente 100 profissionais para colocar em funcionamento e nós precisamos assegurar a qualidade do serviço prestado.


 
Mais cedo, a SES já havia feito uma nota para desmentir a informações que vinha circulando em  Rondonópolis e dava conta de que os leitos seriam inaugurados neste sábado.  Confira abaixo os pontos destacados pela pasta:
 
- A estrutura para a abertura dos 20 leitos está pronta, contudo, a empresa que venceu o processo licitatório para administrar os leitos não atendeu aos requisitos técnicos previstos em edital de licitação.
 
- Também é mentirosa a informação de que o Hospital Regional necessita da doação de equipamentos para o funcionamento dos leitos de UTI. Os leitos estão completamente equipados, mas falta a apresentação de equipe por parte da empresa contratada, *conforme as regras do edital*.
 
- Assim que a empresa cumprir com todas as exigências técnicas, os leitos serão imediatamente colocados em funcionamento para a população.
 
- É lamentável que, em meio à pandemia, o Governo do Estado tenha que gastar tempo para desmentir fake news.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet