Olhar Direto

Sábado, 15 de maio de 2021

Notícias | Política MT

Audiência pública marcada

Engenheiro da Sinfra apresenta projeto de BRT a vereadores, mas diz que decisão tomada é definitiva

Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto

Rafael Detoni

Rafael Detoni

O engenheiro da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), Rafael Detoni, apresentou aos vereadores de Cuiabá os números que levaram o Governo a optar pelo BRT, durante reunião na manhã desta quinta-feira (22), e convidou os parlamentares para uma audiência pública que será realizada no próximo dia 7 de maio. Apesar disso, afirmou que a decisão do governador por este modal de transporte é definitiva.

Leia também:
Engenheiro rebate Silval e nega ter elaborado estudo mostrando viabilidade do VLT
 
A reunião aconteceu a pedido do presidente da Câmara, Juca do Guaraná Filho (MDB). “Foi uma oportunidade do Estado apresentar todos os números, todos os trabalhos, os relatórios que deram a base para a decisão do governo em relação à questão do VLT e do BRT. A gente conseguiu expor num período todas as informações, abriu-se a palavra, os vereadores puderam fazer questionamentos à vontade, questões técnicas, econômicas, jurídicas”, defendeu Detoni.  
 
Uma decisão recente obrigou o Estado a expor os motivos da escolha pelo BRT para outras forças políticas. Segundo o engenheiro, no entanto, o juiz Ciro Alapiraca – que ordenou a realização de uma consulta pública – descartou a suspensão da troca do modal de transporte.
 
Para Detoni, o que importa é que a rede estrutural de transporte coletivo será construída. “A rede está mantida, o projeto está mantido. O objetivo final, que é a reestruturação e melhoria do transporte, está mantida. A alteração tecnológica, sair do trilho e ir para o pneu, é apenas uma modificação de veículo, o objeto permanece. Os estudos levantados, pedidos pelo governador e que a gente trabalhou, apresentou, foi no sentido de mostrar a viabilidade econômica e financeira de cada um deles, e os desafios para cada um deles. Agora, a apresentação disso não é feita de forma tardia, foi solicitada pelos vereadores e foi apresentada”, afirmou.
 
O engenheiro da Sinfra também explicou que a troca de gestores na Secretaria Nacional de Mobilidade Urbana causou o atraso no andamento dos trabalhos, mas garantiu que o Ministério do Desenvolvimento Regional acompanha e é participante deste processo de implantação do BRT em Cuiabá e Várzea Grande.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet