Olhar Direto

Sábado, 08 de maio de 2021

Notícias | Política MT

FISCALIZAÇÃO NA PANDEMIA

Prefeito afirma que “só tem bandido” na Vigilância Sanitária e servidores pedem investigação

Foto: Reprodução

Prefeito afirma que “só tem bandido” na Vigilância Sanitária e servidores pedem investigação
O Ministério Público Estadual recebeu pedido de abertura de investigação contra o prefeito de Sapezal (497 Km de Cuiabá), Valcir Casagrande (PL), por tentar obstruir e dificultar fiscalizações de controle a proliferação da Covid-19. O pedido foi feito por quatro servidores da Vigilância Sanitária do município, que reclamaram ainda de desacato por parte do gestor. O requerimento também foi enviado para a Câmara de Vereadores.

Leia também:
Riva apela e pede reconhecimento de delação em processo que o condenou a 13 anos de reclusão

De acordo com o documento, no dia 17 de abril, por volta das 16h50, o prefeito cometeu crime de responsabilidade, ilícitos penais e infrações administrativas, quando em uma ligação telefônica a um empresário tentou impedir a ação de fiscalização dos agentes da vigilância. Os servidores citam trecho de áudio em que Valcir chamou a equipe da vigilância sanitária de bandidos, vagabundos e disseminadores de fake news.

“Desse modo, é indiscutível que com a sua conduta, o suspeito praticou os crimes em questão e a instauração de investigação é de imensa relevância, e não se espera desta instituição que trabalha pela ordem jurídica e dos interesses da sociedade e pela fiel observância das leis e da constituição outra atitude, senão a instauração da investigação, pois, cometer injustiça é pior do que sofrê-la”, diz trecho do pedido protocolado na 1ª Promotoria de Justiça de Sapezal, sob responsabilidade do promotor João Marcos de Paula Alves.

O Olhar Direto entrou em contato com a assessoria do prefeito, que ficou de se posicionar sobre o fato.
 

Comentários no Facebook

Sitevip Internet