Olhar Direto

Sábado, 19 de junho de 2021

Notícias | Política MT

CÂMARA DE CUIABÁ

CPI da Sonegação deve contratar assessoria para investigar instituições financeiras

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

CPI da Sonegação deve contratar assessoria para investigar instituições financeiras
O presidente da CPI da Sonegação Tributária, vereador Chico 2000 (PL), quer contratar uma empresa especializada em assessoria jurídica e contábil para auxiliar nos trabalhos de investigação da comissão. O requerimento já está no setor de licitação da Câmara de Cuiabá, para dar início aos trâmites de contratação.

Leia também:
Emanuel define substituto de Antenor Figueiredo na Semob após afastamento em operação

“Estamos trabalhando a possibilidade de uma assessoria jurídica e contábil, que já fez esse trabalho em diversos municípios de São Paulo, Rio Grande do Sul e estamos tentando contato com essa empresa, para que ela nos dê consultoria e consigamos alcançar nosso objetivo, que é trazer para a cidade algo em torno de R$ 300 milhões”, declarou ao Olhar Direto.

“Empresa com muita experiência, vai poder nos ajudar muito. Estamos aguardando a proposta deles, para encaminhar à Presidência, que irá definir a possibilidade ou não de contratação dessa empresa”, completou.

Essa é a segunda vez que a CPI foi instaurada. A primeira dela foi na legislatura passada, no fim de 2019. Como ela não foi finalizada, por conta da pandemia, Chico apresentou pedido de abertura novamente no início desse ano. A comissão tem como objetivo investigar o não pagamento de ISSQN ao município por parte de instituições financeiras.

“Nós não podemos esquecer que estamos lidando com talvez o maior poder desse país, as instituições financeiras, que todos os embaraços tentarão promover, para que a gente não alcance nossos objetivos”, pontuou.

Além de Chico, a CPI é composta por Marcus Brito Junior (PV) como relator, e Demilson Nogueira (Progressistas) como membro.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet