Olhar Direto

Segunda-feira, 21 de junho de 2021

Notícias | Política MT

relações no legislativo

Max Russi nega rompimento com Botelho: “sou um deputado de conciliação”

06 Mai 2021 - 16:28

Da Redação - Isabela Mercuri / Do local - Max Aguiar

Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto

Max Russi nega rompimento com Botelho: “sou um deputado de conciliação”
O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), deputado estadual Max Russi (PSB), rebateu a fala do primeiro secretário Eduardo Botelho (DEM) de que ele estaria deixando de lado os interesses da Casa de Leis para fazer campanha. Segundo Russi, ele não abandona os companheiros e nem deixa de fazer seu trabalho. Mesmo após a crítica ácida, Russi negou que haja a possibilidade de rompimento com o colega: “Romper é uma palavra muito forte, eu não acredito nisso, sou um deputado de conciliação, de diálogo”, afirmou.

Leia também:
Deputados tiram de pauta PLC que regulamentaria salário de servidores para discutir mais defensorias no interior

A entrevista de Botelho foi dada a um programa de televisão na última terça-feira (4). Ele, que deixou a presidência da AL no início do ano, se mostrou indignado com a postura de Russi. Recentemente, na própria Assembleia, o agora primeiro-secretário se incomodou com o fato de Max ter recebido algumas pessoas em seu gabinete.

“Eu acho que toda crítica é importante, eu venho fazendo meu trabalho como presidente, ele teve a oportunidade de ser presidente da Assembleia por quatro anos, desempenhou um bom trabalho, eu tive a oportunidade de ser primeiro secretário, me dediquei ao máximo como secretário e como presidente eu me dedico ao máximo e vou continuar me dedicando”, declarou Max Russi nesta quinta-feira (6).

“Eu não abandono meus companheiros, não deixo de fazer meu trabalho. Desde que eu assumi a presidência o que eu tenho feito: eu estou acordado um pouco mais cedo e tenho dormido um pouco mais tarde, eu tenho saído da Assembleia 20h30, 21h, se precisar vou tocar até as 22h para poder atende as indagações da casa, mas também atender os companheiros, as pessoas que contam com o apoio do deputado Max antes dele ser presidente, antes dele ser deputado, porque é esse meu compromisso”, completou.

Sobre o dia em que Botelho se irritou por Max estar recebendo pessoas em seu gabinete, Russi afirmou que é necessário entender que “ninguém tira a liderança de ninguém”, mas que agora “estamos num momento democrático e temos que conversar com todo mundo”. “A casa eu defendo, defendo meu mandato, defendo ações da Assembleia, mas vou continuar fazendo isso, a palavra romper é uma palavra muito forte, eu não acredito nisso, sou um deputado de conciliação, de diálogo, e a gente tem que entender os momentos de cada um, todo mundo tem seus momentos de estresse e de dificuldade e a gente vai superar isso e tenho certeza que o relacionamento vai continuar sendo bom entre todos os deputados”, finalizou o presidente.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet