Olhar Direto

Quarta-feira, 23 de junho de 2021

Notícias | Política MT

Perdendo tempo?

Jayme diz que DEM não tem “nem seis candidatos a deputado estadual” e Dilmar e Botelho podem ficar sozinhos

11 Mai 2021 - 07:25

Da Redação - Isabela Mercuri / Do local - Airton Marques

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Jayme diz que DEM não tem “nem seis candidatos a deputado estadual” e Dilmar e Botelho podem ficar sozinhos
O senador Jayme Campos (DEM) afirmou que o Democratas, por ainda não ter começado a montar seus quadros para as eleições de 2022, conta atualmente somente com seis candidatos a deputado estadual. Para o senador, é compreensível os deputados Eduardo Botelho (DEM) e Dilmar Dal Bosco (DEM) estarem preocupados, porque “eles podem ficar sozinhos”.

Leia também:
Mauro Mendes diz haver “algo estranho” na prefeitura e nega pressão política para investigar gestão Emanuel

“A verdade é que tem muitos companheiros fazendo esse pedido, esse apelo, é no sentido de nós começarmos a movimentar a agremiação partidária, até porque você precisa ter um quadro de deputado federal, estadual, para que fortaleça o grupo na medida em que possamos eleger o maior número possível”, defendeu Jayme nesta segunda-feira (10). Apesar disso, o senador afirmou que também entende a necessidade de recuar da agenda política partidária diante do pico da pandemia de Covid-19 – argumento usado por Fábio Garcia para justificar a demora do Democratas em começar as reuniões.

No entanto, Jayme acredita que pelo menos os primeiros contatos devem começar a ser feitos. “Pelos projetos de lei que estão lá na Comissão Especial na Câmara, vai mudar a legislação. Para você ter uma noção, o prazo de filiação ia até março do ano que vem, agora vem para outubro, então você tem que fazer um trabalho de convencimento das pessoas para se filiar não só homem, mas sobretudo porque 30% é mulher. Aí que está o descontentamento do próprio Dilmar, do próprio Botelho”, afirmou.

O senador afirmou que pessoalmente não tem preocupações, já que seu mandato vai até 2027. “Eu quero eleger uma boa bancada de estadual e de federal, porque [a] governador, eu imagino o Mauro é candidato à reeleição, em que pese ter dito reiteradas vezes que essa decisão ele vai tomar a partir de fevereiro, março do ano que vem. Nós temos que respeitar, mas essa é a visão minha que urgentemente, é o apelo do Botelho, apelo do Dilmar, até porque eles podem ficar sozinhos, né. Hoje pelo que me consta o partido não tem nem 6 candidatos a deputado estadual. E como você vai eleger, se continuar a regra do jogo que está aí, que tem que ser régua batida, sem coligação partidária, terá muita dificuldade”, defendeu.

Em relação à candidatura de Mauro, Jayme também acredita que é necessário se organizar. “Tudo de última hora, de afogadilho, evidentemente que não sai com devida perfeição. Mas eu acho que a liderança maior do partido é o governador Mauro Mendes, o companheiro Fábio Garcia com certeza já teve uma conversa comigo dizendo que nesses próximos dias já está aliviando seus negócios empresarias e vai se dedicar um pouco ao Democratas”, finalizou.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet