Olhar Direto

Quinta-feira, 05 de agosto de 2021

Notícias | Política MT

Após provocação de Emanuel

Botelho afirma que DEM ainda não vai discutir Governo, mas lutará para que Mauro saia à reeleição

17 Mai 2021 - 17:04

Da Redação - Isabela Mercuri / Do local - Airton Marques

Foto: Olhar Direto

Botelho afirma que DEM ainda não vai discutir Governo, mas lutará para que Mauro saia à reeleição
O deputado estadual Eduardo Botelho (DEM), que vai receber os colegas dos Democratas em uma reunião na noite desta segunda-feira (17), afirmou que o partido ainda não vai discutir as candidaturas majoritárias ao Senado e ao Governo, mas que está preocupado neste momento em se fortalecer para formar chapas a deputados estaduais e federais. O parlamentar, no entanto, afirmou que eles “evidentemente” vão lugar pela reeleição do atual governador Mauro Mendes (DEM).

Leia também:
Emanuel diz que ala do DEM “que tem voto” flerta com sua possível candidatura ao Governo do Estado

“O momento agora é de nós reestruturarmos o partido para ter chapa de deputado estadual, chapa de federal, e o intuito agora é esse, traçarmos estratégias para buscarmos bons nomes para virem para o partido para constituir um grupo forte para formar até seis deputados estaduais, eleger dois ou três federais, isso que nós queremos”, afirmou, na tarde desta segunda-feira (17), quando acompanhou o governador Mauro na entrega de uma escola em Várzea Grande.

Pouco antes, na manhã de segunda-feira, o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), chegou a afirmar que uma ala do DEM estaria com ele, caso ele fosse candidato a governador do estado em 2022. Segundo Emanuel, o Democratas que está com ele é o DEM “que tem voto” e que está com o povo. O prefeito ainda reiterou que o partido estaria ‘rachado’.

Botelho, nesta tarde, afirmou que é importante a participação do governador para buscar mais pessoas ao Democratas, mas reiterou que são os candidatos a vagas proporcionais que levam os nomes dos majoritários. “Um governador com um partido que não tem estrutura não se sustenta, então é preciso montar primeiro a base. Agora, evidentemente que nós vamos lutar para que Mauro seja candidato a reeleição, mas isso é uma luta para o ano que vem, não para este ano. O partido não tem divisão nenhuma, está muito unido. 100% unido”, afirmou.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet