Olhar Direto

Sexta-feira, 26 de novembro de 2021

Notícias | Cidades

Veja como ajudar

Economista cuiabano organiza ação de distribuição gratuita de máscaras Pff2 no transporte público de Cuiabá

Foto: Instagram/Pff2 já Cuiabá

Economista cuiabano organiza ação de distribuição gratuita de máscaras Pff2 no transporte público de Cuiabá
Incentivado pelo movimento nacional de conscientização sobre o uso de itens de proteção individual mais eficientes contra o vírus da Covid-19, o economista cuiabano Leonardo Castro de Magalhães Zardo, de 25 anos, decidiu criar o coletivo "Pff2 já Cuiabá” para arrecadar e distribuir máscaras gratuitamente em pontos da Capital. Considerada a opção mais segura, as Pff2 's têm sido o modelo mais recomendado por especialistas para se proteger de infecções contra o novo coronavírus, já que estudos indicam proteção de até 95% contra inalação de partículas com seu uso. 

Leia também:
Máscara PFF2/N95: Especialistas recomendam opção mais segura com surgimento de variantes e piora da pandemia

“No âmbito científico e no âmbito institucional já tem esses movimentos para o uso de máscaras corretas, o abandono das máscaras de tecido. Alguns outros países já não recomendam mais [as de pano], já tornaram obrigatória a utilização [das Pff2]. Aqui no Brasil também já tem projeto de lei protocolado no Senado e na Câmara para a distribuição Pff2 no SUS [Sistema Único de Saúde], só que assim, tá tudo engatinhando ainda”, explica Leonardo ao Olhar Direto sobre a motivação da ação. 

O economista destaca que o movimento protagonizado pelo coletivo “Pff2 já Cuiabá” tem não apenas o objetivo de realizar a arrecadação e distribuição das máscaras, mas também de compartilhar informações com a população que possam esclarecer a importância do uso adequado do item, assim como a sua importância. 

“A importância dessa ação é levar não só a máscara de qualidade, mas também informação, porque a gente entrega um panfleto junto com as máscaras, onde a gente explica basicamente sobre o uso da máscara, o porquê, como trocar a máscara de tecido para o modelo Pff2, nisso a gente enxerga a importância da ação”, conta. 

Por enquanto, as máscaras têm sido distribuídas na Estação de ônibus Bispo Dom José, local que Leonardo utiliza frequentemente para se locomover. Mesmo com o apoio de pessoas que contribuem com doações ou participações eventuais, ele ainda é o único administrador das ações da “Pff2 já Cuiabá”.

Apesar disso, o economista revela que tem a expectativa de que a iniciativa possa se estender para outras estações de ônibus da capital com o apoio de mais voluntários que possam atuar nas atividades do coletivo. Leonardo também comenta que tem percebido uma boa recepção entre os usuários do transporte público. 

“Tem sido muito interessante porque a gente percebe que as pessoas, de fato, estão mais expostas no transporte urbano. Elas se preocupam com o cuidado e quando a gente vai doar as máscaras, a gente é bem recebido. Todas as pessoas são bem calorosas e receptivas. O engajamento é super caloroso, super-receptivo. As pessoas às vezes pedem mais de uma pra levar pros familiares, pra levar pra algum amigo”. 
 


Para colaborar

Para aqueles que estejam interessados em colaborar com as atividades da “Pff2 já Cuiabá”, Leonardo conta que a ajuda pode ser realizada de duas maneiras. A primeira consiste em doações de qualquer quantia que podem ser feitas através do pix : leocmzardo@gmail.com. O valor é utilizado integralmente para a aquisição das máscaras em pontos de venda da Capital para a posterior distribuição. 

A segunda forma de atuação é para aqueles que têm interesse em integrar o coletivo, seja atuando na distribuição ou expandindo o seu alcance. Isto é, realizando a distribuição em outros pontos da Capital. Para esse contato, os voluntários podem procurar a página do coletivo no instagram: @pff2jacuiaba ou enviar uma mensagem para o economista através do Whatsapp: 65 99659 - 3881.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet