Olhar Direto

Segunda-feira, 26 de julho de 2021

Notícias | Cidades

Atualmente em R$ 4,10

Presidente da Arsec diz que tarifa de ônibus só deve aumentar após novo contrato e nova frota

12 Jun 2021 - 10:54

Da Redação - Isabela Mercuri / Do local - Airton Marques

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Presidente da Arsec diz que tarifa de ônibus só deve aumentar após novo contrato e nova frota
Atualmente custando R$ 4,10, a tarifa do transporte coletivo em Cuiabá só deve aumentar depois do início de um novo contrato e quando a nova frota de ônibus estiver circulando. Segundo o presidente da Agência Municipal de Regulação dos Serviços Públicos Delegados de Cuiabá (Arsec), Alexandro de Oliveira, atualmente o município está às vésperas do início de uma nova concessão.

Leia também:
Com aquisição de mais 140 ônibus, frota do transporte de Cuiabá será uma das mais modernas do país

“Como durante esse período [depois] que acabou a antiga concessão, de junho de 2019 até agora, o sistema vem sendo operado por contratos emergenciais, quem tem feito toda a regulação é a [Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana] Semob. A agência [Arsec] atua como parceira por conta da capacidade técnica que tem, mas o que eu posso te dizer é que esse novo contrato já prevê uma situação em que haja cobrança de uma tarifa para a população e uma tarifa técnica que é a tarifa necessária para cobrir o preço do custo do sistema”, explicou Alexandro.

De acordo com o presidente, esta tarifa técnica dá margem ao poder concedente do município de repassar ou não este valor para a população. “É uma estratégia que foi adotada no novo contrato, é um contrato que está em sintonia com os contratos mais modernos do país neste aspecto”, argumentou. “ Independente da majoração de custo, a gente vem vivenciando um aumento significativo de combustível, e que puxa junto todos os derivados de petróleo. [Mas o novo contrato permite que] município possa estar atuando e não repassar diretamente num primeiro momento isso para o cidadão, permitindo que ele possa usufruir do serviço com um custo menor no seu orçamento mensal”, completou.

Apesar da possibilidade de aumento, segundo Alexandro, o prefeito já garantiu que isso só acontecerá quando a nova frota estiver na rua. “Ela [a tarifa] foi mantida pelo prefeito no patamar de R$ 4,10, e eu não sei te dizer se esse patamar está sendo suficiente para cobrir os custos de serviço, até porque teve uma queda muito grande de passageiros por conta da pandemia, mas ele já disse publicamente que essa tarifa só vai ser revista após o início do novo contrato e da nova frota que já foi encomendada, inclusive já está chegando, uma boa parte já chegou ao nosso município”, finalizou.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet