Olhar Direto

Domingo, 25 de julho de 2021

Notícias | Política MT

unidose

Gilberto diz que 45 mil doses da Janssen serão distribuídas para todo Estado caso não venham ‘carimbadas’ para Cuiabá

11 Jun 2021 - 17:50

Da Redação - Isabela Mercuri / Do local - Max Aguiar

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Gilberto diz que 45 mil doses da Janssen serão distribuídas para todo Estado caso não venham ‘carimbadas’ para Cuiabá
O secretário de Estado de Saúde Gilberto Figueiredo afirmou que as 45 mil doses da vacina da Janssen, contra o novo coronavírus (Covid-19), que devem vir para Mato Grosso, serão encaminhadas para todo o Estado caso não estejam “carimbadas” para determinados municípios. O secretário explicou que a sinalização inicial de 45 mil doses aconteceu antes da publicação das conversas do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Leia também:
Após lactantes e assistentes sociais, CIB não incluirá mais nenhum grupo como prioritário para vacinação

“A única informação que eu tenho, que é extraoficial, [é que] desde segunda-feira o Ministério da Saúde tem feito tratativas com os estados. A sinalização inicial foi de 45 mil doses, nós já fizemos solicitação do Ministério junto à coordenadora dessa parte da campanha para que pudesse ser um volume um pouco maior”, explicou o secretário.

Segundo Gilberto, esta vacina tem características especiais. Enquanto as outras são enviadas em frascos de dez doses, esta vem em frascos de 50 doses, que após abertos devem ser aplicados em até seis horas. Caso contrário, elas perdem a validade. “Hoje o Ministério da Saúde tem uma qualificação, um treinamento, com as áreas de vigilância em saúde do país para administração dessa vacina. Então estamos aguardando a qualquer momento a confirmação de qual é o número de doses que será encaminhado ao estado de Mato Grosso e depois dessa qualificação nós vamos verificar em quais municípios a gente tem segurança para poder encaminhar e programar a vacinação com essa vacina que é unidose, ou seja, uma dose só”, completou.

Nesta semana, o prefeito Emanuel Pinheiro e o deputado federal Emanuelzinho (PTB) foram até Brasília, onde pediram ao presidente Jair Bolsonaro doses extras de vacina para a capital, como contrapartida à realização da Copa América. No dia seguinte, o ministro da Saúde Marcelo Queiroga confirmou que enviará doses extras, mas não falou sobre a quantidade.

Emanuel teria solicitado 647 mil doses para imunizar toda a população cuiabana, mas depois apresentou uma segunda alternativa de serem apenas 290 mil doses caso a vacina fosse da Janssen, já que ela é unidose. Com isso, segundo o prefeito, toda a população da capital seria imunizada.

“Essas 45 mil doses antecedem a esse episódio que está sendo divulgado. Não tivemos de forma oficial nenhuma notificação ao estado de Mato Grosso de um número maior de vacinas a ser encaminhado, tampouco se é especificamente para atender um município. Até hoje todas as doses que foram encaminhadas foram pactuadas nessa Comissão Intergestores para o estado inteiro. Nós torcemos para que o Ministério da Saúde possa mandar mais vacinas para o estado de Mato Grosso. Se ele mandar uma vacina que não seja carimbada especificamente, nós vamos pactuar como sempre pactuamos, tratando o estado todo com a mesma importância. Mas não temos informações oficiais de qual é o número e de qual demanda essa vacina deve chegar ao estado de Mato Grosso”, afirmou, por outro lado, o secretário de Estado Gilberto Figueiredo nesta sexta-feira (11).

Comentários no Facebook

Sitevip Internet