Olhar Direto

Segunda-feira, 18 de outubro de 2021

Notícias | Política MT

sem quórum

Dilmar diz que deputados não estavam preparados para sessão na terça, mas cobra celeridade em votação do PLDO

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Dilmar diz que deputados não estavam preparados para sessão na terça, mas cobra celeridade em votação do PLDO
O líder do Governo do Estado na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), deputado federal Dilmar Dal Bosco (DEM), afirmou que os parlamentares não estavam preparados para a sessão plenária na última terça-feira (31), quando a votação do Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO) teve que ser adiada por falta de quórum. Segundo ele, os deputados esperavam que a sessão fosse na quarta-feira (1), como tem acontecido usualmente.

Leia também:
Lúdio apresenta emenda por RGA superior ao prometido pelo Governo e retoma discussão da isenção aos aposentados

“O presidente, entendendo também da possibilidade do feriado, antecipou para ontem [terça], eu participei ontem e não deu quórum suficiente para a gente discutir a LDO e as emendas que foram já relatadas na Comissão de Constituição, Justiça e Redação, e ficou agora para a próxima quinta-feira, dia 9. Vamos também discutir, estava falando com os deputados que fazem parte da base também que a gente tem que aprovar, até porque já temos que começar a discutir o orçamento para 2022”, afirmou Dilmar.

Segundo o deputado, apesar da ‘confusão’ não houve desentendimento entre os deputados da base e da oposição, nem mesmo no grupo do WhatsApp. Dilmar também negou que esta tenha sido uma ‘represália’ da oposição por conta das emendas parlamentares de 2021 que ainda não foram pagas. “Não por estar líder, mas eu também tenho minhas emendas para serem pagas, acho que nós temos a responsabilidade, tem um cronograma da LDO para ser aprovado e nós temos prazos para cumprir, e até conversei com o presidente para que pudesse aprovar”, defendeu.

O democrata afirmou que teve um compromisso em Sinop na terça-feira, mas que mesmo assim participou da sessão de forma remota. Ele cobrou que o Projeto de Lei seja aprovado o mais rápido possível. “Mês de setembro é o limite de encaminhar a [Lei de Diretrizes Orçamentárias] LOA, esperando aprovar a LDO, porque é a lei de diretrizes para que possa vir um orçamento para 2022. Por isso fizemos um cronograma, pedimos para a Mesa Diretora, sentamos com as lideranças de blocos, discutimos todo o cronograma de aprovação da LDO e estamos aguardando aprovar, só estou pedindo ao presidente para pautar, foi pedido vista, foi apresentado novas emendas, nós temos que aprovar para vir para o Governo para encaminhar o orçamento para nós”, argumentou.

Dilmar afirmou que o presidente Max Russi (PSB) tem a prerrogativa de antecipar as sessões e não há nada de errado nisso, mas alertou que os deputados também ficaram confusos com o adiamento, pensando que a nova votação seria na quinta-feira desta semana, dia 2 de setembro, e não da próxima semana, dia 9, quando realmente acontecerá.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet