Olhar Direto

Segunda-feira, 18 de outubro de 2021

Notícias | Política MT

4 DE OUTUBRO

Emanuel pede audiência com juíza para reconsiderar data de volta às aulas em Cuiabá

Foto: Reprodução

Emanuel pede audiência com juíza para reconsiderar data de volta às aulas em Cuiabá
O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), ingressou com um pedido de nova audiência com a juíza Gleid Bispo Santos para que ela reconsidere a data de volta às aulas na capital. No dia 31 de agosto, A Justiça determinou que as aulas presenciais – no formato híbrido – sejam retomadas nas escolas municipais de Cuiabá a partir do dia 8 de setembro. 

Leia mais:
Vuolo afirma que ferrovia estadual “transcende” rivalidade política entre Mauro e Emanuel

Em entrevista coletiva, o chefe do Executivo municipal disse que sua procuradoria já entrou com o pedido formal e a magistrada já se mostrou boa intenção no caso. Segundo Emanuel, mudar a data de início das aulas também muda os planos do municípios em colocar em prática o que foi estudado por toda equipe técnica. 

"Eu respeito a decisão da juíza Gleid e tenho certeza da boa intenção, mas hoje ainda a doutora Gleid conversou com a procuradora do município e trataram de um pedido nosso se não caberia uma audiência de reconsideração para voltar todo planejamento como nós fizemos. O que pretendemos é uma volta com segurança, assim como está previsto a volta das aulas híbridas até dia 4 de outubro", disse o prefeito.

A data da audiência não foi oficializada ainda, porém o prefeito disse que apesar de ter conversado com a imprensa sobre o assunto antes, ele não tinha oficializado. "Vamos oficializar isso para a doutora Gleid e nessa audiência pedir uma reconsideração para 4 de outubro retornar as aulas. Essa prazo respeita até os 15 dias do pós vacina", comentou.

Emanuel também disse que dia 4 de outubro também terá os números menores quanto a infectados pela Covid-19. Os casos estão em queda, mas não significa liberou geral. "Os casos estão caindo, graças a Deus mas não é o liberou geral. Os números mostram isso, mas não liberou tudo", concluiu o prefeito.  
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet