Olhar Direto

Segunda-feira, 18 de outubro de 2021

Notícias | Política MT

problema eterno

Emanuelzinho se coloca à disposição de VG e Kalil autoriza estudos de viabilidade para compra de água de Cuiabá

Foto: Divulgação

Emanuelzinho se coloca à disposição de VG e Kalil autoriza estudos de viabilidade para compra de água de Cuiabá
O deputado federal Emanuelzinho (PTB) se reuniu com o prefeito de Várzea Grande Kalil Baracat (MDB) e os vereadores do município para discutir sua proposta de que a cidade industrial comprasse água de Cuiabá. Na ocasião, o emedebista sinalizou que, inicialmente, a proposta era inviável técnica e economicamente, e o parlamentar se colocou à disposição para ajudar a solucionar o problema.

Leia também:
Emanuelzinho sugere que VG compre água de Cuiabá para distribuir a 13 mil famílias

Atendendo ao pedido dos vereadores, Kalil Baracat autorizou que o Departamento de Água e Esgoto de Várzea Grande [DAE/VG] juntamente com a Agência Municipal de Regulação dos Serviços Públicos Delegados de Cuiabá [ARSEC], faça estudos técnicos de viabilidade no pedido do deputado Emanuel Pinheiro Neto.

Emanuel Pinheiro Neto assinalou que como representante popular e morador de Várzea Grande gostaria de contribuir na solução dos problemas da falta de água e viu na proposta de Cuiabá a possibilidade de pelo menos diminuir o sofrimento das pessoas pela falta de água.

“Sabemos que é uma oferta limitada para algumas regiões da cidade, mas de qualquer forma é uma sinalização, uma busca de minorar o sofrimento daqueles que estão sem água, independente de qualquer motivo”, disse o parlamentar, acompanhado por Alexandro de Oliveira, presidente da Agência Municipal de Regulação dos Serviços Públicos Delegados de Cuiabá (ARSEC).

Emanuel Pinheiro Neto lembrou que muitas cidades em Mato Grosso têm enfrentado dificuldades no abastecimento de água e como Cuiabá a tem em excesso, vislumbrou a possibilidade de ofertar água para os moradores de Várzea Grande e para ajudar a atual administração a vencer as dificuldades encontradas neste momento de estiagem.

“Acredito na possibilidade de em conjunto criarmos soluções para contemplar a todos com água, agora é importante se levar em consideração se existe ou não viabilidade técnica para isto e o custo disto”, frisou Emanuelzinho.

Segundo Kalil, estudos técnicos do Departamento de Água e Esgoto (DAE/VG) apontam para inviabilidade técnica e econômica para a proposta sugerida. “É louvável a iniciativa do deputado Emanuel Pinheiro Neto, mas é necessário que as pessoas compreendam que existem problemas técnicos, legais e gerenciais a serem vencidos, pois estamos falando em venda de água que tem custo e obras enormes como uma nova adutora e mais intervenções na Avenida da FEB que já está toda penalizada pela paralisação de obras do [Veículo Leve sobre Trilhos] VLT que está sendo trocado pelo [Bus Rapid Transit] BRT”, disse o prefeito de VG.

O prefeito de Várzea Grande, sinalizou que apesar dos trabalhos do município para solucionar o problema da água, ele não vai descartar nenhuma ajuda oferecida, inclusive agradecendo de público as emendas encaminhadas pelo deputado Emanuel Pinheiro Neto, “mas seria um contrassenso falar que Várzea Grande vai comprar água de Cuiabá, quando estamos investindo mais de R$ 100 milhões de dinheiro público para colocar um ponto final nesta história da falta de água em Várzea Grande, assim como acontece em diversas outras cidades de Mato Grosso e do Brasil por causa da estiagem e do consumo que cresceu em decorrência da COVID 19 que levou a milhares de pessoas a permanecerem mais tempo em casa e a consumirem mais água, mais energia, mais alimentos, enfim maior é o consumo das pessoas por causa da pandemia”, explicou.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet