Olhar Direto

Segunda-feira, 18 de outubro de 2021

Notícias | Ciência & Saúde

RECEBEU MACA

Hospital filantrópico do interior faz adequações para conseguir credenciamento com a Unimed

Foto: Reprodução

Hospital filantrópico do interior faz adequações para conseguir credenciamento com a Unimed
O Hospital Geral de Poconé, recebeu na última sexta-feira (17), uma maca de transferência para o centro cirúrgico, que permitirá adequar o hospital às exigências da Unimed para credenciamento do plano. A iniciativa partiu da empresa Fenix Participações, uma das associadas do Instituto Somos do Minério.
 
Leia mais:
Unimed Cuiabá abre inscrições para quinta turma do curso sobre amamentação para gestantes
 
Segundo o diretor geral do hospital, Danton Caporossi, o equipamento foi uma exigência da Unimed após vistoria para credenciamento ao plano. “Com a maca, estamos mais próximos de sermos o primeiro hospital do interior a conseguir o credenciamento com a Unimed, que será extremamente benéfico, não só para a manutenção financeira do hospital que atualmente conta somente com o financiamento do SUS e de projetos da iniciativa privada, mas também para o atendimento de toda a população da região, que precisa se deslocar até Cuiabá para atendimento cirúrgico” explica.
 
O diretor esclarece que sem a iniciativa, o hospital não seria capaz de adquirir o equipamento de R$7000,00 (sete mil reais). “Ao olhar somente para o custo de uma maca como essa parece pouco, mas na verdade, diante de tudo que precisamos arcar e melhorar dentro da estrutura do hospital, é um grande alívio. Nós não teríamos recurso financeiro disponível para atender as reivindicações da Unimed e ainda manter a folha e a manutenção do hospital em dia”, afirma.
 
Com a nova maca, o hospital poderá participar ainda do programa Mais MT Cirurgias que visa realizar 22,5 mil cirurgias e cerca de 70 mil exames de alta complexidade e 90 mil consultas ambulatoriais. O objetivo é reduzir a fila de espera por procedimentos eletivos no estado.
 
“Sem a maca não conseguiríamos participar do programa, que também trará um fôlego para o hospital. Os recursos são muito difíceis, e quando acontecem são somente por serviço prestado, ou seja, o Hospital está sempre em débito e as cirurgias que fazem o hospital sobreviver”, conclui Danton.
 
Através de outro de seus associados, Fomentas Mining, o Instituto Somos do Minério faz o repasse mensal de aproximadamente R$63.000,00 reais para o custeio de 100% da medicação e dos partos cesarianos do Hospital Geral de Poconé.
 
O projeto, que teve início em 2018, já realizou o repasse de mais de R$820.000,00 para a compra de medicamentos, e permitiu a realização de mais de 480 partos, com custo total de
R$1.312.00,00, chegando à soma de R$2.132.000,00 financiados ao longo da parceria.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet