Olhar Direto

Quinta-feira, 27 de janeiro de 2022

Notícias | Educação

Efeitos da pandemia?

Mato Grosso tem abstenção de 28,4% nas provas digitais e impressas do Enem 2021

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Mato Grosso tem abstenção de 28,4% nas provas digitais e impressas do Enem 2021
Dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) mostra uma grande abstenção dos inscritos do primeiro dia do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021, em Mato Grosso. Somando-se os percentuais dos que não fizeram as provas presenciais e digitais, foram 28,4%. Em todo o país, dos 3.109.800 inscritos confirmados, 74% compareceram.

Leia mais:
Sem filas e confusões, Enem em Mato Grosso 'assusta' por baixo comparecimento de candidatos

Em Mato Grosso, 49.170 pessoas estavam inscritas para realizar a prova impressa, sendo que 27,7% não compareceram. Outras 1.885 estavam aptos para o exame digital, mas 49,3% deles não fizeram a prova nesta modalidade.

Em números absolutos, foram pouco mais de 51 mil inscritos no estado (entre provas impressas e digitais), com cerca de 14,5 mil que não compareceram.
 


Em todo o país, 26% dos 3,1 milhões de inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2021) não fizeram a prova neste domingo.

O balanço foi divulgado durante entrevista coletiva à imprensa. Também participaram o ministro da Educação, Milton Ribeiro, o diretor de operações dos Correios, Carlos Henrique Ribeiro, e o delegado Cléo Mazzotti, da Polícia Federal.

O ministro da Educação considerou que a operação "foi um sucesso".

Segundo o Inep, a taxa de candidatos que não compareceram ao Enem 2021 foi maior entre aqueles que optaram pela prova digital: 46,1% de abstenção, contra 25,5% que deixaram de fazer a prova impressa.

O segundo dia do exame será no próximo domingo, 28 de novembro. Os participantes resolverão itens de ciências da natureza e suas tecnologias, e matemática e suas tecnologias. O Inep divulgará os gabaritos do Enem 2021 até 1º de dezembro, conforme previsto em edital.

Quem não compareceu a este primeiro dia do exame por estar com sintomas de doenças infectocontagiosas previstas nos editais do Enem 2021 (impresso e digital) poderá solicitar a reaplicação por meio da Página do Participante, no período de 29 de novembro a 3 de dezembro. No momento da solicitação, será necessário anexar documentação que comprove a condição de saúde.

O participante que tiver a documentação aprovada poderá participar da reaplicação, que ocorrerá nos dias 9 e 16 de janeiro de 2022. Nessas datas, o Inep também aplicará o exame para Pessoas Privadas de Liberdade ou sob medida socioeducativa que inclua privação de liberdade (Enem PPL) 2021 e para os participantes que se inscreveram entre 14 e 26 de setembro, após nova oportunidade destinada às pessoas isentas da taxa de inscrição que faltaram ao Enem 2020.

OD acompanhou

Aluna de escola pública, Aline Rodrigues, 19 anos, é uma das concorrentes, mas destacou as dificuldades da pandemia.

“A preparação foi difícil, pela pandemia, mas consegui estudando, resolvendo questões de prova, lendo, resolvendo conteúdo. Eu moro no Santa Amália, cheguei antes, acordei cedo, com receio de atrasar, o horário é complicado. É meu terceiro ano. Pretendo cursar farmácia”, afirmou Aline.

O número de inscritos em todo Brasil no ano de 2021, aproximadamente 3,1 milhões, é o índice mais baixo dos últimos 16 anos. O exame chegou a ter 8,7 milhões de inscritos em 2014. Baixo número de 2021 pode ser explicado pela falta de vínculo entre o jovem e a escola que ocorreu por conta do fechamento das instituições durante a pandemia. Soma-se a isso às regras para obter isenção da taxa de inscrição. 

As dificuldades da pandemia são sentidas para além dos candidatos. Elson Ricardo de Melo, vendedor ambulante, notou o número inferior de participantes. “Reduziu bastante. Pelo o que estou vendo até agora. Uma média de 50%  menos. Eu vendo caneta, água, salgado”, explicou o morador de Várzea Grande.
 
Thiers Augusto da Silva, representante de uma universidade particular que acompanha as provas, também relatou o baixo comparecimento de candidatos. “Nós estamos trabalhando hoje nesse processo de acompanhamento, rodando nos pontos de prova, pra fazer esse processo de captação, abordagem, informado as oportunidades que eles têm fazendo a prova do Enem. Nós estamos aqui na expectativa de que esse volume, esse movimento melhore. Até o momento, para a nossa surpresa, está sendo um pouco assustador”.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet