Olhar Direto

Sexta-feira, 03 de dezembro de 2021

Notícias | Política MT

possíveis candidatos

Janaina diz que saída de secretários até dezembro pode não estar na lei, mas é “moral”

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Janaina diz que saída de secretários até dezembro pode não estar na lei, mas é “moral”
A deputada estadual Janaina Riva (MDB) defendeu que os secretários de Estado que queiram se candidatar a um cargo público em 2022 saiam da liderança das pastas do Executivo até dezembro. Segundo ela, isso não é o que está na lei, mas é o que seria mais “moral”. A fala foi direcionada ao secretário de Estado de Saúde Gilberto Figueiredo, que já declarou que será candidato a deputado estadual no próximo ano.

Leia também:
Gilberto é convocado a comparecer à ALMT para dar explicações sobre processos seletivos

“Pode não ser o que está na lei, mas é o que é moral, para não utilizar a máquina pública para compra de apoio, para apadrinhamento político, a Assembleia não pode deixar isso acontecer e fingir que não está vendo. Então a nossa preocupação é essa. A disputa tem que ser igualitária. Para ser igualitária, quem tem mandato, tem mandato, quem não tem, não tem”, declarou a parlamentar após sessão plenária desta quarta-feira (24).

A argumentação foi feita após Janaina ter apresentado um requerimento para que Gilberto seja convocado a comparecer à AL para dar esclarecimentos sobre um processo seletivo da Secretaria de Estado de Saúde. Segundo denúncias, o processo não teria tido a devida publicidade, e seria, na verdade, uma forma de trocar os servidores por ‘apadrinhados políticos’.

Ainda não há data para que o secretário vá à Casa de Leis, mas segundo Janaina ela será determinada pelos deputados, visto que Gilberto já foi convidado uma vez e não compareceu. “Queremos transparências com relação a esse processo. Essa convocação se faz necessária, a pedido do Sindicato dos Servidores de Saúde do Estado de Mato Grosso, em razão de suposto descumprimento dos Princípios Básicos da Administração Pública, que são a Legalidade, Impessoalidade, Moralidade, Publicidade e Eficiência, em abertura de processo seletivo pela Secretaria de Saúde do Estado de Mato Grosso. Tem chovido denúncias em nossos gabinetes sobre o uso do processo seletiva para acomodações políticas e isso não vamos aceitar”, disse a parlamentar.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet