Olhar Direto

Domingo, 23 de janeiro de 2022

Notícias | Picante

Injusto

Vereadora diz que irá recorrer de decisão que a obrigou a pagar R$ 3 mil a Cattani por chamá-lo de homofóbico

Foto: Reprodução / Câmara Municipal

Injusto
A vereadora Edna Sampaio (PT) avisou que irá recorrer da decisão tomada pelo juíz de Nova Mutum em condená-la a indenizar o deputado Gilberto Cattani em R$ 3 mil por tê-lo chamado de homofóbico. Segundo a petista, ela confia que a sentença será reformada pelas instâncias superiores, já que a considerou "injusta". A justiça já havia, no mês de junho, determinado que a vereadora apagasse todas as publicações que fez em suas redes sociais contra Cattani, entendendo que a parlamentar petista cometeu crime de calúnia ao acusá-lo de ter cometido o crime de homofobia. Conforme o magistrado, a Justiça não pode tolerar que uma pessoa seja acusada publicamente de ter cometido algum crime que ela não cometeu. Recentemente, o deputado postou a seguinte mensagem: “ser homofóbico é uma escolha, ser gay também”.  
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Mais Picantes

Sitevip Internet