Olhar Direto

Quarta-feira, 17 de agosto de 2022

Notícias | Ciência & Saúde

​INFECTADOS COM COVID-19

Em cidade de MT, todos os pacientes internados em UTI estão com esquema vacinal incompleto

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Em cidade de MT, todos os pacientes internados em UTI estão com esquema vacinal incompleto
A Secretaria de Saúde de Sorriso (a 397 km de Cuiabá) fez um apelo para que os idosos façam a dose de reforço (3ª dose) e completem o esquema vacinal contra a covid-19. O gestor da pasta, Luís Fábio Marchioro, pontuou que o pedido está sendo realizado há bastante tempo. Contudo, com a necessidade de intubação de duas senhoras neste fim de semana (83 e 76 anos), ambas sem nenhuma dose da vacina, o alerta acendeu mais uma vez. Entre os 11 internados de segunda-feira (14), seis pessoas estavam em UTIs, sendo duas delas sem nenhuma dose da vacina e quatro com o esquema vacinal incompleto.
 
Leia mais:
Vândalo invade ambulatório e causa prejuízo de mais de R$ 100 mil
 
“Infelizmente ainda encontramos idosos sem a imunização; não estamos aqui para julgar motivos; mas, sim para alertar: a vacina é uma grande aliada no combate à covid-19”, disse o gestor.
 
Luís Fábio contou que no último domingo (13) foi procurado por familiares de uma paciente que necessitava de UTI, pois estava com 80% do pulmão comprometido. Uma senhora com cerca de 65 anos e que também precisou ser intubada. No caso dela, a segunda dose foi aplicada em junho.
 
“Já se passaram oito meses; essa senhora devia ter recebido a dose de reforço recomendada pelo Ministério da Saúde ainda em outubro. O próprio MS destaca que com o tempo a proteção caí e a dose de reforço se faz muito necessária nesse sentido”, explica. O secretário aproveitou para adiantar que não há falta de leitos para UTI Covid nesse momento.
 
Uma análise simples do boletim diário demonstra a eficácia do imunizante. Na segunda-feira (14) eram 1.724 pessoas positivas e 11 internadas, o que equivale a apenas 0,63% dos casos ativos. No dia 15 de fevereiro do ano passado, eram 690 casos ativos para 30 internados, ou seja, 4,37%. Ainda, conforme o boletim diário eram 1.034 casos a mais com 19 pessoas a menos internadas. 
 
“Esses dados são o reflexo direto da imunização”, acredita o secretário. O pico de internações foi em 7 de agosto de 2021, quando foram 54 internados e 705 casos ativos – nessa data a maior parte da população ainda não havia recebido a primeira dose.
 
Entre os 11 internados desta segunda-feira, seis pessoas estavam em UTIs, duas delas sem nenhuma dose da vacina e quatro com o esquema vacinal incompleto. São mais cinco pessoas em enfermarias, quatro com esquema incompleto e apenas uma com esquema completo de imunização.
 
“Dos 11 internados, apenas uma pessoa está com o esquema completo; oito não voltaram para a dose de reforço e duas não receberam nenhuma dose, o que nos deixa ainda mais preocupados”, frisa Luís Fábio.
 
O secretário detalhou que entre os internados estão idosos que deveriam ter recebido a dose de reforço ainda em outubro.
 
“Estão há quatro meses atrasados; mas a pandemia não tem hora para ir embora: continua presente e com muita capacidade para novas variantes”, diz. “Então se você está com alguma dose atrasada ou conhece um idoso que não recebeu o reforço, procure hoje mesmo nossos pontos fixos no Centro de Eventos no Rota do Sol ou o PSF Nova Integração, a Upinha da Zona Leste para a imunização”, completa.
 
De segunda a sexta-feira as equipes estão no Centro de Eventos no Rota do Sol e no PSF Nova Integração, a Upinha da Zona Leste para imunizações do público com 12 anos ou mais. Pela manhã o atendimento é das 7h30 às 10h30 e à tarde das 13h30 às 16h30. No sábado os locais atendem das 7h30 às 11 horas.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet
x