Olhar Direto

Sábado, 25 de junho de 2022

Notícias | Meio Ambiente

veja vídeo

Banhista faz filmagem e denuncia mortandade de peixes no Rio Araguaia: "será que é mercúrio?"

Foto: Ilustrativa

Banhista faz filmagem e denuncia mortandade de peixes no Rio Araguaia:
Um vídeo que circula nas redes sociais, nesta terça-feira (26), mostra um peixe morto boiando no Rio Araguaia, em Barra do Garças (513 km de Cuiabá). Na filmagem, um homem denuncia que vários peixes mortos têm aparecido ao longo do curso d’água e na região, entre eles, por exemplo, pintados. 

Leia também:
Recém-nascida morre ao ser abandonada pela própria mãe embaixo da ponte em Cuiabá

De acordo com o site Araguaia Notícia, que publicou o registro, recentemente, a Polícia Federal indiciou a concessionária de água de Barra do Garças por estar supostamente jogando dejetos no rio. Apesar disso, ainda não é possível afirmar se há relação entre a morte do peixe da filmagem e a operação.

Ainda conforme o vídeo publicado no portal, o banhista diz que peixes como o barba chata, voadeira, pintado e outros de grande porte têm sido vistos mortos na região. Na gravação, ele ainda questiona se é mercúrio que estaria causando a morte dos animais. 

A reportagem entrou em contato com a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) para questionar o conteúdo da denúncia feita pelo banhista. Em nota, a pasta disse que a Diretoria Regional de Barra do Garças analisará a qualidade da água no Rio Araguaia.

A secretaria também relatou que o peixe que aparece na filmagem se trata de uma espécie comumente descartada por pescadores. Sobre a água, a pasta disse que esta apresenta aspecto normal. A Sema ainda destacou que conta com o apoio da população para que denúncias sejam feitas aos órgãos ambientais. 

Leia a nota na íntegra:

A Sema-MT informa que não recebeu denúncias relacionadas ao Rio Araguaia. Diante das suspeitas levantadas, a equipe da Diretoria Regional de Barra do Garças fará a coleta para verificar a qualidade da água. 
No entanto, as imagens enviadas pela reportagem, onde um peixe morto aparece boiando, mostra uma espécie comumente descartada por pescadores, e que apresenta o que os fiscais chamam de "malhado", ou seja, marcas de rede. 

O vídeo também não indica a contaminação da água, que está com aspecto normal. Para a mortandade de peixes, a contaminação deve ser muito alta, o que dificilmente ocorre em rios com grande fluxo de água. Atualmente, mesmo em casos de contaminação por mercúrio, os maiores riscos são de prejudicar a saúde humana pelo consumo de peixes que tiveram contato com a substância, e não a mortandade de peixes.

Ressaltamos também que contamos com a população para denúncias aos órgãos ambientais, com o maior número de informações e imagens possíveis. A Sema pede que sejam enviadas informações para o 0800 065 3838 ou pelo WhatsApp de denúncias (65) 99321-9997.

ATUALIZADA ÀS 16H50 DE 27 DE ABRIL -
Nota enviada pela Sema-MT, nesta quarta-feira (27), foi inserida na reportagem. 

Veja vídeo:
 
 
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet