Olhar Direto

Domingo, 07 de agosto de 2022

Notícias | Cidades

mais eficientes

Lâmpada amarela será erradicada e Cuiabá terá apenas pontos de LED e vapor metálico, diz Júnior Leite

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Lâmpada amarela será erradicada e Cuiabá terá apenas pontos de LED e vapor metálico, diz Júnior Leite
O diretor-geral da Empresa Cuiabana de Limpeza Urbana (Limpurb), Júnior Leite, disse que em até um ano e oito meses as lâmpadas de vapor de sódio, as populares lâmpadas amarelas, serão substituídas por lâmpadas de vapor metálico ou LED, em Cuiabá. Em março deste ano, a Prefeitura de Cuiabá já havia anunciado que deixaria de utilizar as lâmpadas amarelas em novas trocas. 

Leia também:
"Prefiro me ater à necessidade do que à obrigatoriedade", diz Júnior Leite sobre 'taxa do lixo'

Ao Olhar Direto, Leite disse que, atualmente, o parque de iluminação pública da capital conta com 95 mil pontos de iluminação. Deste número, a maior parte, 68 mil, ainda são de lâmpadas amarelas, 9,5 mil são de LED e sete mil de pontos de vapor metálico, de cor branca. 

“Uma lâmpada de LED custa 10 vezes mais do que uma de vapor metálico. A metálica ilumina em até 55% a mais do que a amarela. O consumo, qualidade e tempo de uso é praticamente o mesmo. O que muda é que o preço da amarela para branca é de aproximadamente 15% mais [cara]”, disse Júnior. 

O processo de troca das 68 mil lâmpadas amarelas, ainda em funcionamento na cidade, devem seguir o seguinte rito: os pontos de luz amarelos de avenidas de bairros, acessos de ônibus, entre outros, serão substituidos por LED e o restante da cidade deve receber a lâmapa de vapor metálico branca. 

Ainda conforme Júnior, um estudo solicitado pela Prefeitura de Cuiabá à empresa responsável pela manutenção do parque de iluminação da capital previu que em até um ano e oito meses todas as lâmpadas amarelas serão erradicadas de Cuiabá.  

“Dependendo evidentemente da velocidade da manutenção, nós teremos erradicado a lâmpada amarela da cidade de Cuiabá. Podendo até antecipar em virtude da quantidade de manutenção”, explicou. Ou seja, o prazo pode ser antecipado conforme as atuais lâmpadas amarelas demandem reparos e, consequente, troca.  

Troca de lâmpadas

Em março, a Prefeitura de Cuiabá definiu que não utilizaria mais lâmpadas amarelas, nos serviços de manutenção de iluminação pública. Desde então, o plano de ação montado pela Limpurb passou a prever a instalação de lâmpadas de vapor metálico.

A medida fez parte do processo de melhoria do sistema de iluminação pública que está em andamento na Capital. De acordo com a Limpurb, diferente das de vapor de sódio, a lâmpadas metálicas reproduzem uma coloração branca. Dessa forma, o fluxo de luminosidade é maior, o que melhora consideravelmente a claridade dos locais em que são implantadas.

“As lâmpadas de vapor metálico possuem uma luminosidade mais eficiente e um tempo de vida útil maior. Isso gera mais segurança ao cidadão e economia ao Município”, explicou, na época, o diretor-presidente da Limpurb, Júnior Leite.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet
x