Olhar Direto

Domingo, 07 de agosto de 2022

Notícias | Política MT

PALANQUE DE MENDES

Jayme diz que “gostaria imensamente” de ter Neri em coligação, mas indica tendência de aliança entre o União e WF

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Jayme diz que “gostaria imensamente” de ter Neri em coligação, mas indica tendência de aliança entre o União e WF
O senador Jayme Campos (UNIÃO) teceu uma série de elogios ao deputado federal Neri Geller (PP) e disse que lamenta o fato de que, muito possivelmente, ele ficará de fora do palanque de Mauro Mendes (UNIÃO) nestas eleições. Segundo o cacique do União Brasil de Mato Grosso, a tendência é de que em meados de julho o partido confirme a aliança com o senador Wellington Fagundes (PL), afim de garantir o apoio de Jair Bolsonaro (PL) a eventual reeleição de Mendes.

Leia mais:
Neri diz que diálogo com federação do PT está bem encaminhado e garante PSD “100% alinhado” com articulação

“Eu não posso afirmar isso pelo governador, mas pelo encaminhamento que eu tenho acompanhado a sensação que eu tenho é que tudo está certo para que o União Brasil coligue com o PL. Eu, particularmente, acho Neri um belo político, um grande candidato, mas o que manda é a coligação. É uma questão de opção, não é?! E de caráter quase pessoal do governador. Eu gostaria imensamente que o Neri também estivesse na nossa coligação, mas lamentavelmente muitas vezes o cobertor é curto para cobrir todo mundo. As conversas vão se aprofundar agora e eu acho que no máximo até o dia 15 [de julho] esse assunto se encerra”, disse Jayme Campos nesta quarta-feira (29).

Com chances reduzidas de estar no palanque de Mauro Mendes Neri Geller reforçou diálogo com a cúpula nacional do PT, para tratar sobre possível aliança com a federação formada com PV e PCdoB em Mato Grosso.

Apesar de o governador não ter oficializado apoio a Wellington, o grupo de Neri entende que os sinais dados pelo chefe do Executivo estadual e seus aliados até então confirmam que o deputado não é o escolhido para formação da chapa majoritária.

Na semana passada, após reunião com Mauro Mendes, o deputado estadual Eduardo Botelho (UNIÃO) afirmou que o governador deve decidir seu apoio ao Senado assim que a primeira-dama Virgínia Mendes voltar de São Paulo, onde ela passa atualmente por tratamento de saúde.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet
x