Olhar Direto

Domingo, 07 de agosto de 2022

Notícias | Política MT

1º suplente

Carvalho lembra oposição “fraternal” de WF a Mauro e diz que agora serão “um só partido”

05 Ago 2022 - 14:14

Da Redação - Isabela Mercuri / Do Local - Airton Marques

Foto: Airton Marques / Olhar Direto

Carvalho lembra oposição “fraternal” de WF a Mauro e diz que agora serão “um só partido”
O ex-secretário-chefe da Casa Civil Mauro Carvalho (UNIÃO), primeiro suplente na chapa de reeleção do senador Wellington Fagundes (PL), discursou pela primeira vez durante a convenção do PL na manhã desta sexta-feira (5). Em sua fala, ele citou que Fagundes fez “oposição fraternal” ao governador Mauro Mendes, mas que a partir de agora eles serão “um só partido”.

Leia também:
Garcia diz que União está de “corpo, alma e coração” na coligação com PL e por isso entregou “joia” à chapa de WF

“Você, Wellington, é testemunha disso. Desde o primeiro dia do mandato do governador Mauro Mendes, ali [você] eliminou os problemas que existem em toda campanha eleitoral e foi um companheiro, como você sempre disse, uma oposição fraternal, mas sempre colocando as suas emendas, os seus investimentos, alinhado com a equipe do governador”, lembrou Carvalho, jurando lealdade a Wellington a partir desta aliança.

“Você pode contar comigo, essa aliança é pra somar. Agora somos um único partido, somos um único partido. E aqui eu saldo todos os deputados federais, deputados estaduais e seremos juntos nessa aliança. Essa fidelidade partidária iremos cumprir à risca. Essa união não é de brincadeira. É união para valer”, completou.

Apesar de os rumores sobre a possibilidade de Carvalho ser suplente em alguma chapa já existirem desde que ele deixou a Casa Civil, a aliança do União Brasil com o PL foi confirmada após muitas conversas. Inicialmente, o governador Mauro Mendes (UNIÃO) havia defendido a tese de um “palanque aberto” para mais de um candidato ao Senado. Se isso acontecesse, o PL teria que lançar uma chapa pura, com os dois suplentes também do PL.

Até as 21h de quinta-feira (4), Mauro Mendes ainda insistia que a decisão não havia sido tomada, apesar de alguns aliados já terem falado sobre a coligação com o PL. Em seu discurso, Carvalho citou que a deputada estadual Janaina Riva (MDB) teria ficado “sentida” com ele, por não ter se posicionado mais cedo. “Eu tive que não me posicionar de uma forma intensa para que a gente estivesse hoje aqui nessa aliança, comemorando uma aliança de sucesso, uma aliança para o bem do Mato Grosso, uma aliança que vai transformar a vida de milhares de mato-grossenses e de milhões de brasileiros”, argumentou.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet
x