Olhar Direto

Sexta-feira, 12 de julho de 2024

Notícias | Picante

Delírio ou má fé?

Deputado "tampão" ataca imprensa por usar termo que a própria assessoria dele criou

Foto: Reprodução

Suplente de deputado Rafael Ranalli (esquerda) e print do release encaminhado pela assessoria do parlamentar sobre o projeto

Suplente de deputado Rafael Ranalli (esquerda) e print do release encaminhado pela assessoria do parlamentar sobre o projeto

Ocupando temporariamente uma cadeira na Assembleia Legislativa (ALMT), o suplente de deputado Rafael Ranalli (PL) criou um factoide no plenário para atacar a imprensa mato-grossense, que noticiou projeto de lei apresentado por ele, criando uma medalha ao policial que matar durante o trabalho. Na tribuna durante sessão desta quarta-feira (10), o policial federal, que é graduado em Jornalismo, defendeu sua proposta e reclamou do fato de a imprensa ter utilizado o termo “Lei do Abate”, como se tivesse partido dos veículos de comunicação a iniciativa de tal pecha. “Lançamos um projeto ontem que visa homenagear qualquer membro da Força de Segurança que vier a abater um ‘vagabundo’ em confronto armado ou no estrito cumprimento do dever legal. A imprensa avermelhada está chamando de ‘lei do abate’”, disse. Ranalli esqueceu, propositalmente ou não, que o “apelido” foi dado pela própria assessoria de imprensa dele que, ainda na manhã desta terça-feira (09), encaminhou para as redações um release explicando a ideia do deputado e tratando a proposta justamente como “Lei do Abate”. 
Entre no nosso canal do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui
 

Mais Picantes

Comentários no Facebook

xLuck.bet - Emoção é o nosso jogo!
Sitevip Internet