Olhar Direto

Sábado, 07 de dezembro de 2019

Notícias / Cidades

Aterro sanitário de Cuiabá está sem local definido

Da Redação/KM

22 Mar 2009 - 19:39

Até o momento a Prefeitura de Cuiabá ainda não encontrou um novo local para o aterro da cidade e continua sem saber onde serão depositadas as 470 toneladas de resíduos sólidos produzidos por dia na capital. Técnicos realizam estudos desde o último ano, quando a Secretaria de Meio Ambiente (Sema) decretou o limite  de utilização do aterro. 

O aterro sanitário foi motivo de muita polêmica no decorrer deste ano, principalmente, devido algumas irregularidades apontadas pela Sema, e ainda por indícios da contaminação das águas subterrâneas pelo chorume, líquido poluente de cor escura e odor ruim, originado do processo de decomposição de resíduos orgânicos. A Sema determinou que a Prefeitura encontrasse um novo local, prazo que expirou este mês e até então, não se sabe em qual área servirá para abrigar os resíduos a capital mato-grossense. Cerca de 434 mil toneladas são recolhidas de Cuiabá mensalmente.

Em entrevista ao  Olhar Direto, Wilson   Santos disse que está    aguardando o EIA/Rima, que definirá a área ideal do aterro e que foi realizada licitação e a contratação de uma empresa para elaborar os estudos e verificar a melhor área. Até que o novo local seja encontrado, licenças ambientais ambientais provisórias  foram emitidas pela Sema.

No entanto, ontem, a Prefeitura notificou a empresa responsável pela coleta de lixo na capital, para que realize a renovação da frota de ônibus. Muitos bairros estão sem a coleta de lixo, pelos constantes problemas de manutenção.
Sitevip Internet