Olhar Direto

Segunda-feira, 16 de setembro de 2019

Notícias / Cidades

GCCO indicia 35 integrantes de quadrilha acusada de explodir caixas eletrônicos; veja nomes

Da Redação - Katiana Pereira

03 Mai 2013 - 16:24

Foto: Reprodução/Ilustração

GCCO indicia 35 integrantes de quadrilha acusada de explodir caixas eletrônicos; veja nomes
A Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), da Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso, indiciou 35 pessoas investigadas na operação “Implosão”, deflagrada na quinta-feira (25) passada, para desarticular uma organização criminosa envolvida em pelo menos 25 ataques a caixas eletrônicos.

Click nos links abaixo e leia também:

Polícia Civil realiza operação contra quadrilhas especializadas em arrombar caixas eletrônicos

Festas 'open bar' em Mato Grosso servem Johnnie Walker e Old Parr falsificados

O inquérito da operação, que cumpriu 25 mandados de prisão ( 20 temporárias e cinco preventivas), foi encaminhado na tarde de quinta-feira (02), a Vara de Crime Organizado, do Fórum da Capital, com pedido de prisão preventiva de 21 acusados de atuarem na explosão de 23 pontos com caixas eletrônicos.

A quadrilha agira nos Estados de Mato Grosso, Rondônia e Mato Grosso de Sul. Em Mato Grosso, a Polícia Civil prendeu seis suspeitos de integrarem quadrilhas de explosões de caixas eletrônicos e deu cumprimento aos mandados de prisão de 11 detentos recolhidos em unidades prisionais de Mato Grosso.

Dos seis presos em Cuiabá, um foi solto após prestar depoimento e dois serão liberados após cumprirem o período de cinco dias da prisão, que vence nesta sexta-feira (03).

Somente na Penitenciária Central do Estado (PCE), foram cumpridos seis mandados, dois no Centro de Ressocialização de Cuiabá , um na Cadeia de São Antonio de Leverger e dois no presídio Ferrugem em Sinop. Os presidiários da Capital foram todos interrogados pela Gerência de Combate ao Crime Organizado.

Em dois anos, as investigações da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) identificaram cerca de 50 pessoas envolvidas em ataques a terminais de autoatendimento ocorridos no Estado de Mato Grosso.

De acordo com relatório do delegado Gianmarco Paccola Capoani, responsável pelas investigações, “vê-se claramente e com riqueza de detalhes a existência de uma verdadeira quadrilha voltada à prática de crimes de roubos qualificados e com atuação interestadual”.

Rota de ataque

A GCCO informou que a quadrilha é responsável por ataques a caixas eletrônicos instalados nas cidades de Cacoal (RO), Rolim de Moura (RO), Pimenta Bueno (RO), Alvorada do Oeste (RO), Nova Brasilândia, Campo Grande (MS), Cuiabá, Várzea Grande, Denise, Nobres, Colíder, Nova Olímpia, Dom Aquino, Campo Verde, Pedra Preta, São José dos Quatro Marcos, Comodoro, Barra do Bugres e ainda investigados em ataques a caixas dos municípios de Colíder, Campo Novo do Parecis, Rondonópolis, Dom Aquino, Pedra Preta, Lucas do Rio Verde e Nova Monte Verde.

Indiciados

Tiveram pedido de prisão preventiva representados: Acetildes Martins Ribeiro (Neguinho) – não localizado; Eduardo Gonçalo dos Santos (Gonçalo); Gimerson Rodrigues Elias (Elias); Israel Ferreira Almeida (Nene); Jean Carlos Moreno Ferreira (Pânico); Jefferson Michael Mendes Sobrinho (Gê); Jefferson Da Silva Moraes (Porcão); Joliam Januário dos Santos (Maninho) – não localizado; Jonas Souza Gonçalves Junior (Junior ou Juninho Batman); Julyender Batista Borges; Mailson Garbercht; Marcelo Grilo Cardoso; Maykon Jonatas Amaral Costa (Zé Pequeno); Paulo Donizeti Cardinalli (Véio); Rodrigo Claudio de Souza (Linguiça); Ronielson Carlos Gonçalves (Roni Capeta); Thelluan Martin Borges (Luan, Magrinho Ou Neguinho); Vander Ferreira (Neguinho do Cangaço); Wellington de Matos Couto (Wellington Burga); Wenderson Do Espírito Santo Cunha (Windi Ou Winde), Zaqueu Moraes Neves (Izaque).

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • por leitor
    03 Mai 2013 às 17:34

    Parabéns a policia civil..menos bandidos na cidade..KKKKKKKK

Sitevip Internet