Olhar Direto

Sábado, 22 de fevereiro de 2020

Notícias / Cidades

Mendes Júnior retoma obras da Arena Pantanal após determinação da Justiça

Da Redação - Wesley Santiago

22 Out 2016 - 14:39

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Mendes Júnior retoma obras da Arena Pantanal após determinação da Justiça
Demorou, mas a Mendes Júnior retomou as obras da Arena Pantanal, em Cuiabá. A empresa comunicou o Governo do Estado, na sexta-feira (21), que retomará, imediatamente, a execução do projeto. O retorno ao trabalho se dá por conta da decisão judicial em favor do Executivo, que determinou a finalização da obra e o bloqueio das contas da empresa até o montante de R$ 28,5 milhões.

Leia mais:
Cuiabá luta para trazer jogo da seleção pelas eliminatórias; Arena pode receber Paraguai, Equador ou Chile
 
“Estamos utilizando bem a Arena com o ‘Vem pra Arena’ e outros eventos. A Arena precisa estar bem acabada e infelizmente não estava no início da nossa administração. Por isso, entramos com a ação em desfavor da empresa”, afirmou o governador, que vê a decisão como uma conquista para a população.
 
O secretário de Estado de Cidades, Eduardo Chiletto, explicou que a Secid realizou um relatório que apontou 3 mil pontos de inconsistências, com diversos tipos de problemas, nas obras da Arena Pantanal. Então, de posse dos dados, a Procuradoria Geral do Estado (PGE) ingressou com ação na Justiça Estadual com as informações do relatório e a Justiça, por decisão da juíza Célia Regina Vidotti, determinou a retomada das obras.
 
“Por determinação da Justiça, a Mendes Júnior está se apresentando hoje para a retomada das obras da Arena Pantanal. Isso foi graças a um trabalho da PGE e Secid”, disse Chiletto. Na segunda-feira (24), uma equipe de engenharia da Mendes Júnior virá a Cuiabá para realizar um levantamento dos problemas e realizar um cronograma de obras.
 
“A ideia é em 10 dias, no máximo, ter esse cronograma de obras e iniciar o processo de obra para entregar finalmente à população uma arena decente e segura, como era pra ter sido feito lá em 2014, mas que não ocorreu. Agora conseguimos com, a gestão do governador Pedro Taques, retomar a obra. Temos que parabenizar a equipe da PGE por isso”, explicou.
 
De acordo com o secretário, nos próximos dias a Secretaria também irá se reunir com a empresa para decidir como será realizada a retomada do projeto. “Vamos sentar juntos e perceber a capacidade que a Mendes Júnior tem para retomar essa obra. A partir de segunda-feira vamos senar para fecharmos esse cronograma e terminar o mais rapidamente possível para entregar à população”, disse.
 
Por enquanto, nenhuma quantia será investida pelo Estado na obra. Isso porque todas as inconsistências têm de ser sanadas. “Não devemos nenhum tostão. Esses R$ 28,5 milhões em serviços que não foram feitos são eles que estão devendo e nós fomos à Justiça cobrar de volta”, afirmou o secretário.
 
De posse do calendário para a conclusão da Arena Pantanal, o Governo de Mato Grosso vai buscar junto ao Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) a dilatação do prazo para a certificação Leadership in Energy and Environmental Design (LEED). Essa certificação garantirá juros mais baixos no empréstimo tomado pelo Estado para a construção do empreendimento.
 
Jogo do Brasil
 
A conclusão da Arena Pantanal é também um grande trunfo para que o estádio receba um jogo da seleção brasileira pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018. Uma reunião entre o governador Pedro Taques (PSDB) e a dirigentes da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) já foi feita e a possibilidade é grande.

Segundo as informações do UOL, a ideia da diretoria e comissão técnica é que Rio de Janeiro e São Paulo recebam dois dos três jogos que restam – Paraguai (final de março), Equador (final de agosto) e Chile (início de outubro). A entidade ainda não admite, mas as conversas internas já acontecem.
 
O estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ), deve ser o escolhido para receber a partida que pode selar a classificação à Copa do Mundo de 2018. Nas rodadas finais de 2016, além do duelo contra a Argentina, o Brasil ainda encara a Bolívia em casa, na Arena das Dunas, em Natal (RN). Antes, a seleção rodou por Fortaleza, Salvador, Recife e Manaus nas Eliminatórias.
 
Com isto, Cuiabá ainda tenta uma última ‘vaga’, Entre os países citados acima, o Paraguai seria o que tem maior chance, já que não seria uma partida da reta final das eliminatórias.

4 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • KS
    25 Out 2016 às 13:37

    Esse Ronan desconhece mesmo o estado de MT. Esse Mixto Quente nunca ganha nada e sua torcida é parecida com a do Curica, só faz confusão.

  • Saulo Sá
    23 Out 2016 às 12:34

    Com tigrao, sem tigrao essa Arena vai ser sempre um elefante branco. Futebol de Cuiabá é pobre, pois seus patrocinadores também o são. Vergonha pra capital, até quando um time do interior vai representar o Estado? Com todo o respeito à cidade de Lucas do Rio Verde.

  • denilson
    23 Out 2016 às 08:49

    de fato essa arena é um elefante branco sem o tigrão mais querido, tá na hora de voltar mais organizado e esperamos que 2016 e 2017 seja pra voltar com tudo

  • Ronan PV
    22 Out 2016 às 16:51

    Eu sou de Porto Velho e santista, fui em Cuiabá ver o jogo Mixto vx. Santos pela Copa do Brasil e achei a arena de vocês muito grandiosa e imponente, mesmo com apenas uma parte liberada naquele jogo... a arena estava cheia e fiquei satisfeito de ver o Santos jogando, mas fiquei também impressionado com a torcida do Mixto, imensa e vibrante, já muito conhecida aqui em Rondônia, era grande maioria no estádio naquele dia, que me tornei simpatizante e torcedor deste clube do estado vizinho. Por isso entendo por que esse estádio vive vazio, pois um time de massa como o Mixto tem que estar no Brasileirão.

Sitevip Internet