Olhar Direto

Quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

Opinião

Momento histórico significa união

Autor: Leonardo Campos

29 Nov 2018 - 08:00

A advocacia de Mato Grosso vive um momento histórico e único. Pela primeira vez em 85 anos, as eleições da nossa seccional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MT), realizadas na última semana, tiveram chapa única. Ao contrário do que se possa imaginar em uma primeira olhada, o fato nem de longe representa uma possível ausência de democracia ou de alternância no poder, mas é resultado claro de uma gestão plural, que em nenhum momento fez qualquer distinção na hora de cumprir seu papel constitucional.
 
Passado o processo eleitoral de 2015, do qual saímos vencedores, encerramos a disputa com os demais grupos que buscavam o comando da OAB-MT. A partir daquele momento, voltamos a ser uma só Ordem, voltamos a ser unidos pela advocacia. Todas as demandas foram ouvidas, debatidas e, após consenso, atendidas não importando cor partidária, posicionamento político ou opinião pessoal.
 
Cumprimos com louvor a proposta de abrir as portas da Ordem para todos os advogados, fazendo com que a nossa sede se tornasse palco de debates, discussões, trocas de ideia. Com que fosse aquilo que sempre deve ser, a casa da advocacia mato-grossense. A cada semana, pelo menos mil advogados passam pela sede da OAB-MT.
 
Trabalhar por todos os advogados e advogadas passa, necessariamente pela defesa intransigente das nossas prerrogativas. Posso dizer com tranquilidade que graças ao empenho de todos os integrantes desta gestão onde houve uma violação, um ataque aos direitos dos advogados, lá estava a Ordem para defender nossas prerrogativas.
 
E não foi apenas isso. Demos nossa contribuição para o aprimoramento do Processo Judicial Eletrônico, facilitamos o acesso do cidadão à Justiça com o parcelamento das custas processuais, lutamos para que um atendimento insatisfatório às pessoas não seja tratado como um mero aborrecimento e conseguimos estabelecer as férias da advocacia, com a suspensão dos prazos processuais no âmbito do poder público mato-grossense, as chamadas férias administrativas.
 
A atuação da OAB-MT não se restringiu apenas aos advogados e às causas jurídicas. Ao longo destes anos fomos chamados a ocupar nosso posto na vanguarda, linha de frente de lutas da sociedade civil. Empunhamos a bandeira da luta contra a corrupção e estivemos nas ruas em defesa do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.
 
Em um dos capítulos mais graves de nossa história, a descoberta de um esquema clandestino de interceptações telefônicas, lá estava a OAB-MT defendendo os direitos individuais de cada cidadão pela apuração e punição dos responsáveis pela chamada grampolândia pantaneira. O papel social da Ordem foi, inclusive, reconhecido pelo Poder Judiciário de Mato Grosso.
 
O resultado de todo este trabalho é demonstrado em números inequívocos. Os 92% de aprovação e o resultado do pleito deste ano demonstram a união de toda advocacia mato-grossense em torno de um ideal. E, tenho certeza, será assim neste próximo mandato, com mais avanços, mais conquistas e muito trabalho.
 

Leonardo Campos é presidente da OAB-MT.
 
Sitevip Internet