Olhar Direto

Terça-feira, 30 de maio de 2017

Notícias / Cidades

Procurado por matar e carbonizar corpo, homem é preso em pela DHPP

Da Redação - Patrícia Neves

17 Fev 2017 - 11:05

Foto: Rogério Florentino Pereira/OD

Procurado por matar e carbonizar corpo, homem é preso em pela DHPP
Um homem, que estava foragido da Justiça, acusado de matar e carbonizar o corpo da vítima foi preso pela Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) na manhã desta sexta-feira (17), em Cuiabá. A ação faz parte da operação Bairro Seguro, deflagrada pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp).

Leia Mais:
Mulher grávida e marido são executados a tiros em estrada; filho de dez anos é baleado

O acusado Damião de Arruda Silva, 27, teve o mandado de prisão preventiva expedido pela 12 ª Vara da Capital, como um dos autores do homicídio, ocorrido no dia 6 de agosto de 2013, no bairro Nova Esperança, em Cuiabá. O corpo da vítima, não identificada, foi localizado, carbonizado, em um matagal ao lado da residência do suspeito.

Segundo as investigações da DHPP, a casa de Damião era um ponto conhecido de uso de entorpecentes, uma vez que o suspeito cedia o espaço para usuários, recebendo em troca parte da droga, para consumo próprio. No dia do crime, após um desentendimento, Damião e o seu comparsa, Hozéias de Jesus Fonseca, 30, atearam fogo na vítima e desovaram o corpo no matagal ao lado da residência.

De acordo com o delegado, Marcelo Miranda Muniz, o inquérito policial foi concluído pela DHPP em 2015, sendo Damião e Hozéias indiciados e posteriormente denunciados pelo crime de homicídio qualificado pelo motivo fútil, emprego de fogo, e recurso que dificultou e tornou impossível a defesa da vítima. Desde então, Damião encontrava-se foragido.

O suspeito teve o mandado de prisão cumprido, por policiais da DHPP, na manhã desta sexta-feira (17), no bairro Nova Esperança I, em Cuiabá e foi encaminhado ao Sistema Prisional.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet