Olhar Direto

Quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Notícias / Política MT

Deputado propõe corte no salário de parlamentares que faltarem em sessões

Da Redação - Érika Oliveira

16 Mar 2017 - 16:14

Deputado propõe corte no salário de parlamentares que faltarem em sessões
Apresentada em maio de 2015 e, desde então, sem trâmite nas comissões ou apreciação em plenário, a proposta de corte de R$ 800 no salário dos deputados que faltarem nas sessões poderá ser reconstituída. O pedido foi feito pelo deputado Oscar Bezerra (PSB), autor do projeto.

Leia Mais:
Oscar Bezerra apresenta projeto para cortar salário dos deputados que faltam sessões

“Eu peço à consultoria da Mesa Diretora a reconstituição do projeto que eu apresentei ainda no primeiro semestre do meu mandato. Esse projeto que prevê o desconto de 1/30 do salário do deputado que faltar à sessão. Infelizmente ele não avançou, não tramitou em nenhuma comissão, muito menos veio para votação. Portanto, a reconstituição desse projeto se faz necessária”, disse Oscar.

A solicitação foi feita após o cancelamento da sessão vespertina desta quarta-feira (15), suspensa por falta de quórum. O horário regimental para a abertura dos trabalhos é às 17h e são necessários, ao menos, oito deputados para dar início a qualquer votação.

Desde a retomada dos trabalhos na Assembleia, após o fim do recesso branco de Carnaval, os deputados estão tendo dificuldades em dar seguimento as sessões devido à ausência dos parlamentares.

A iniciativa de Bezerra foi incentivada pela manifestação da deputada estadual Janaína Riva (PSD), que o questionou sobre o andamento do projeto de lei que prevê o corte dos salários.

Na oportunidade, além dela e de Oscar, haviam registrado presença os deputados Jajah Neves (PSDB), Wagner Ramos (PSD), Pedro Satélite (PSD), Zé Domingos Fraga (PSD) e Saturnino Masson (PSDB).

“Eu queria saber onde está esse projeto, porque fica aqui meia dúzia de parlamentares toda vez. Eu já falei um milhão de vezes: não tem problema o colega não poder estar presente, desde que comunique os demais. Da mesma forma que os colegas que estão aí têm que atender pessoas nos seus gabinetes, nós também temos. Mas tem que votar! Então, tem que descontar do bolso, porque é uma falta de respeito com a população e conosco, que somos os deputados que vêm na sessão”, reclamou Janaína.

 

6 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • mad
    17 Mar 2017 às 07:43

    Já ganham bem e ainda faltam ao trabalho... mostra como são compromissados!!! sqn

  • Oseias Cordeiro
    17 Mar 2017 às 06:16

    certinho dep. Oscar tem k cortar é a metade por faltar ao trabalho , vai fundo ai mano vééio !

  • Eurides Maximiano de jesus
    16 Mar 2017 às 22:11

    Essa história é antiga já esta servindo de vexame e gargalhadas.

  • Aderbal Siqueira
    16 Mar 2017 às 21:11

    R$ 800,00? 1/30 avos por dia de falta. Se for em sexta-feira 3/30 avos. É uma vergonha ainda ter que votar uma coisa dessas...

  • Justo
    16 Mar 2017 às 21:05

    Conversa fiada, vai cortar nada esse papo ja existe a muitos anos, salários corta somente de quem trabalha.

  • Valdir
    16 Mar 2017 às 19:52

    A ideia é boa, no entanto quero ver dar coro parlamentar para aprovar esse tipo de projeto que afetam os bolsos dos nossos queridos deputados!...

Sitevip Internet