Olhar Direto

Quinta-feira, 19 de julho de 2018

Notícias / Cidades

Funcionário da Energisa é assassinado ao religar energia de acusado

Da Redação - Wesley Santiago

25 Jul 2017 - 07:46

Foto: Reprodução

Funcionário da Energisa é assassinado ao religar energia de acusado
Gilmar Francisco de Oliveira, funcionário da Energisa  na cidade de Paranaíta (825 km de Cuiabá), foi assassinado a tiros na tarde da última segunda-feira (24), no município, quando fazia a religação de uma unidade consumidora em uma chácara no entorno da cidade. Tudo teria acontecido porque a empresa havia cortado a energia do acusado. A vítima estava reativando o serviço.

Leia mais:
Funcionário da Energisa é assassinado após reagir a roubo e lutar contra assaltante
 
Segundo as informações, o corte na chácara teria acontecido durante a manhã. Porém, o proprietário teria efetuado o pagamento e solicitado a religação. Testemunhas apontaram que ele estava muito agressivo quando foi solicitar o serviço. Gilmar então foi mandado até a propriedade rural, por volta das 16h45.
 
Quando chegou ao local, Gilmar foi atingido por um disparo de arma de fogo. A vítima não resistiu aos ferimentos e morreu no local. O caso chocou a cidade de Paranaíta. A Polícia Militar foi acionada e fez rondas pela região na tentativa de encontrar o suspeito, mas sem êxito.
 
Uma equipe da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) esteve no local realizando os trabalhos. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para exames de necropsia. Gilmar era casado e deixa um filho de seis anos. O caso é investigado pela Polícia Judiciária Civil (PJC). (Com informações do Mutum Notícias)

20 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Antonio
    25 Jul 2017 às 20:01

    Tem que ressocializar!

  • João cana mansa
    25 Jul 2017 às 15:55

    Somente uma simples coisa falta cumprir o segundo mandamento que Deus nos deixou amar o seu próximo ou irmão como a si próprio.

  • totó
    25 Jul 2017 às 14:39

    Oma peste dessa nem direito a defesa deveria ter, mesmo constando na constituição.

  • marcos oliveira junior
    25 Jul 2017 às 14:14

    vejo a galera na revolta aki, mas ficar revoltado no computador nao muda nada.... é igual cachorro bravo dentro do canil, nao faz diferença nenhuma... entao ou façamos algo ou calamos a boca, pq quem late nao morde

  • Sebastiao Canuto
    25 Jul 2017 às 13:58

    Precisamos, de forma urgente e consciente, mobilizar-nos pir uma reforma no Código Penal. Precisamos de efetividade. Não basta elencar penas de 30 anos para determinados crimes e em leis diversas estabelecer mecanismos que abrandam pena. Situações como aliviar pena por bom comportamento, alterar regimes fechados para semi-aberto e posteriormente aberto, apenas por bom comportamento deveria ser extinto. Ter bom comportamento é obrigação de qualquer cidadão. Tais crimes tem aumentado devido a crenca de que a Justiça é lenta e precária... Revisão do Código Penal já...

  • Marcos
    25 Jul 2017 às 13:46

    Hoje em dia está dessa forma. O sujeito se irrita com qualquer coisa, pois mais mínima que seja e já acha que tem que matar pra resolver. E o pior é que mata e acaba ficando por isso mesmo.

  • Ander
    25 Jul 2017 às 13:32

    Em um país que os direitos são desumanos, o ser humano perde o seu real direito de viver. Este trabalhador é mais uma vítima da impunidade e da injustiça cometido por um governo que se corrompe dia após dia.

  • ANDREA
    25 Jul 2017 às 12:56

    NÃO SÓ A EMPRESA MAS O ASSASSINO OU A FAMÍLIA DO MESMO, DEVERIAM PAGAR INDENIZAÇÃO À FAMÍLIA DO TRABALHADOR.....

  • cleo
    25 Jul 2017 às 12:20

    safado nao paga energia ai tem que cortar o coitado do trabalhador que cumpre ordem é que se deu mal indo religar energia desse corvarde

  • Cicero
    25 Jul 2017 às 12:02

    No Brasil que eu inventei, esse assassino iria para cadeira elétrica.

Sitevip Internet