Olhar Direto

Sexta-feira, 24 de novembro de 2017

Notícias / Cidades

Médica aciona a PM após suspeita de estupro em criança de 6 anos

Da Redação - Wesley Santiago

13 Set 2017 - 09:46

Foto: Reprodução/Ilustração

Médica aciona a PM após suspeita de estupro em criança de 6 anos
Uma médica da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Pascoal Ramos, em Cuiabá, acionou a Polícia Militar após desconfiar que uma menina de apenas seis anos teria sofrido abuso sexual. Também havia suspeita de que a irmã dela, que não teve a idade especificada, teria sido vítima também. Porém, um laudo comprovou que, neste segundo caso, não houve. O caso foi registrado na madrugada desta quarta-feira (13).

Leia mais:
Criança de 8 anos denuncia vigilante de condomínio em Cuiabá por tentativa de estupro
 
Narra o boletim de ocorrências (BO) a criança foi levada até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Pascoal Ramos. A médica informou aos policiais que, após realizar o atendimento, surgiu a suspeita de que a criança pudesse ter sido vítima de abuso sexual e por conta disto, acionaram as autoridades.
 
A mãe da menor relatou que estava dando banho em sua filha, quando ela acabou caindo em cima de um vidro de shampoo e batendo as suas partes íntimas. O boletim de ocorrências relata ainda que outra filha também teve suspeita de abuso sexual, mas os laudos comprovaram que não houve.
 
Os conselheiros tutelares e o oficial do 4º Batalhão conversaram com a criança, que disse não se recordar do fato, já que estava dormindo. Sendo assim, as partes foram encaminhadas até a Central de Flagrantes, onde foi registrada a ocorrência. O caso é investigado pela Delegacia Especializada nos Direitos da Criança e do Adolescente (Deddica).

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Médicos sem Fronteiras
    13 Set 2017 às 11:52

    A MÉDICA AGIU CONFORME PROTOCOLOS DA MEDICINA UNIVERSAL . ESTÁ ABSOLUTAMENTE AMPARADA PELA LEI . SE ASSIM NÃO O FIZESSE SERIA OMISSÃO .

Sitevip Internet