Olhar Direto

Domingo, 22 de outubro de 2017

Notícias / Política MT

Botelho assegura emenda para construção de clínica médica no Hospital de Câncer MT, para tratamento humanizado

Da Redação - Ronaldo Pacheco

06 Out 2017 - 07:51

Foto: Maurício Barbant / ALMT

Botelho assegura emenda para construção de clínica médica no Hospital de Câncer MT, para tratamento humanizado
Dentro de pouco tempo, o Hospital de Câncer de Mato Grosso deve receber uma emenda parlamentar no valor de R$ 830 mil, para a adequação da nova clínica médica, setor fundamental para o tratamento humanizado a pacientes pós cirurgia oncológica.
 
O autor da emenda é o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (PSB), que conheceu o Projeto Nova Clínica Médica, nesta quinta-feira (5), durante reunião com o presidente do HCAN, Laudemi Nogueira, e com os médicos Flávio Guimarães, coordenador da UTI; e Carlos Evaristo Metello, vice-diretor Clínico.

Leia Mais:
- AL firma compromisso de repassar R$ 2,5 milhões da própria LOA para hospitais filantrópicos
 
Os dirigentes explicaram a importância do novo espaço adequado, inclusive, com leitos de isolamento e listaram o trabalho que o hospital vem desenvolvendo, mesmo diante das dificuldades financeiras. Somente em 2016 foram 105 mil atendimentos.
 
“Estamos nos comprometendo para construir uma nova clínica aqui no Hospital de Câncer. Para isso, vamos trabalhar para viabilizar esse recurso. Vou garantir no orçamento do próximo ano, através de emenda para garantir essa obra”, ponderou  Botelho.
 
O projeto prevê que   a nova ala será dotada de 24 leitos, sendo 20 normais e quatro de isolamento; posto de enfermagem, sala de visitas e de acompanhantes. Laudemi Nogueira observou que o espaço já existe, porém precisa de readequação para aprimorar ainda mais os atendimentos.
 
No interior os atendimentos também são muitos para o tratamento preventivo. Em 2016, foram 71 municípios, atendendo 26 mil pessoas. Para 2017, a expectativa é de chegar a 31 mil atendimentos em 85 cidades.
 
"São atendimentos feitos sem ônus para o SUS. O trabalho é 100% custeado com recursos oriundos de parcerias. São feitos exames de mama, CCO, urologia, buco-maxilo e pele", explicou Nogueira.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet