Olhar Direto

Domingo, 22 de outubro de 2017

Notícias / Política MT

Governo Pedro Taques concede 44% de aumento aos profissionais da educação em dois anos e meio

Da Redação - Ronaldo Pacheco

07 Out 2017 - 15:45

Foto: Rogério Florentino Pereira / Olhar Direto

Marco Marrafon enfatizou a decisão do governador Pedro Taques pela valorização dos profissionais

Marco Marrafon enfatizou a decisão do governador Pedro Taques pela valorização dos profissionais

Num momento em que o Brasil atravessa a pior crise econômica de sua história republicana, os trabalhadores do ensino público de Mato Grosso passam a figurar entre os que possuem melhor remuneração, no país. O secretário de Estado de Educação, Marco Aurélio Marrafon, explica que a política administrativa da gestão do governador José Pedro Taques (PSDB) priorizou o servidor, principalmente aqueles que atuam em área fim.
 
E Marrafon assegura que é por decisão de Pedro Taques que os salários dos profissionais da educação básica de Mato Grosso tiveram, de janeiro de 2015 até setembro deste ano, uma valorização acumulada de 44,39%. Estão inclusos ganhos reais de progressões de carreira e a  Revisão Geral Anual (RGA).

Leia mais:
- Despesa de pessoal e déficit previdenciário de Mato Grosso preocupam equipe de Temer e Bird
 
- Equipe econômica acata emendas à PEC do Teto e orienta deputados para não mudar o “cerne”

Nos últimos dois anos e meio, professores e servidores administrativos receberam aumentos reais dos salários e valores referentes à Revisão Geral Anual (RGA), de modo que, até o 9º mês de 2017, o ganho real será de 23,24%. Na prática, isto significa conquista salarial acima da inflação (INPC) acumulada desde janeiro de 2015.
 
Com todos os aumentos concedidos e os que ainda serão pagos nos próximos meses, um professor da rede estadual, graduado e em início de carreira, que ganhava R$ 2.608,90 em janeiro de 2015, passou a receber R$ 3.766,94 desde 1 de setembro.
 
Marco Marrafon observou que, com todos esses aumentos, os servidores da educação têm hoje um dos maiores salários do país.
 
“Desde o início do seu mandato, o governador Pedro Taques vem demonstrando que a Educação é uma de suas prioridades - com investimentos em estrutura escolar e na valorização dos profissionais. Tudo isso só aumenta a nossa responsabilidade, pois temos que traduzir esses números em melhoria efetiva do aprendizado nas salas de aula”, argumentou Marrafon.
 
Aumento no poder de compra

Dos cerca de 100 mil servidores estaduais, quase 40 mil são da Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer (Seduc).
 
No primeiro ano da atual gestão, o Governo Pedro Taques concedeu reajuste salarial de 12,6%, montante que subiu para 22,9% em 2016.
 
No último mês de maio, a Seduc consolidou que os salários seriam reajustados em 7,69%. O benefício, que tem como objetivo aumentar o poder de compra do servidor, estendeu-se a todos os profissionais da educação básica, efetivos e contratados.
 
Além disso, mesmo diante da crise econômica que afeta todo o país, o Poder Executivo firmou o compromisso de terminar o pagamento dos 11,28% da RGA de 2016 até setembro e honrou, com todos os servidores públicos estaduais. As duas últimas parcelas da revisão, de 1,74% e 1,708%, foram quitadas em junho e setembro, respectivamente.

34 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • José Alipio
    10 Out 2017 às 12:33

    Quando o Pedro Taques for tentar a reeleição os parentes dos mortos irão lembrar o quanto foi sofrido esperar para sepultador seus amados parentes que a Politec não quis entregar.

  • carlos fernando
    09 Out 2017 às 14:24

    Conversa Fiada e enganosa Este Governo está apenas cumprindo a LEI aprovada no Governo Silval Barbosa, aquela LEI Complementar que dobra o poder de compra (100% de aumento real) escalonado em 10 anos. Estamos agora no 4º ano de aplicação da LEI. Propaganda com o chapéu dos outros.

  • Ester
    09 Out 2017 às 12:48

    Aumentar o salário dos professores não é suficiente para melhorar a educação. Tem que cobrar resultados e premiar os melhores. Meritocracia.

  • Wilton
    09 Out 2017 às 11:22

    Que bom mas gostariamos de receber no final de cada mes trabalhado nao adianta reajustar e começar a atrasar o pagamento

  • Daniel Antonio Gabriel
    09 Out 2017 às 09:14

    Bom dia, sem dúvidas os salário professores talves sejam um dos melhores hoje, mas o aprendizado não depende só do professor depende do aluno querer aprender, depois da implantação do ciclo o aluno vai para escola para lanchar e receber bolsa família, além de que dentro de uma sala de aula temos alunos com necessidades especiais, sem contar com o menor infrator que a punição e voltar para a escola, colondo em risco a integridade fisica dos outros alunos. E ainda precisamos de um concurso para assumir uma sala com tanta diversidades dentro de única sala de aula. É notório a luta que passamos e somos cobrados como se a culpa fosse nossa.

  • Lucia
    09 Out 2017 às 08:39

    Afs vejo cada comentário. Acredito que não deve ser professores respondendo o comentário do tô de olho. Pq falta interpretação de texto. Em nenhum momento ele fala que o Detran deve ganhar mais que a educação, e sim, já que o governo alega crise financeira, dar aumento para umas carreiras e outra não. Aliás nem deve saber que o aumento se refere a lei de 2013. Outro ponto importante, o Detran não é um lugar apenas para retirada de documentos, vai mto mais do que esse serviço. O problema é que a população ao invés de ir buscar informações sobre um assunto antes de falar, faz uns comentários sem fundamento e sem noção da realidade. E realmente qto ao mal atendimento existe assim como existe em qualquer lugar. Assim como existe cada cidadão mal educado querendo levar vantagem, dar uma de vítima. As pessoas são tão preguiçosa que a informação já está ali descrito no cartaz mas querem interromper o atendimento do outro para perguntar a mesma coisa. Se a população procurasse ler mais e interpretar o texto as coisas seriam bem melhores. Como na própria Bíblia diz "o povo sofre por falta de conhecimento"

  • O problema do Brasil é o brasileiro.
    08 Out 2017 às 22:27

    Oww LIRA,tu deve morrer de inveja dos servidores do Detran neh??? Tu é inteligente em cara??!! Pensa exatamente como o governo quer que vc e a população desinformada pense, continue assim, quem sabe no final tu vai ficar bem mais feliz!!! Primeiro conheça a realidade de cada órgão público deste estado, para depois sair falando m..r..da.. por aí!! Isso serve pra todos!! Cobremos de quem deve ser cobrado, ou colocamos esse bando de politicos no poder pra que? Só pra encherem os bolsos?

  • totó
    08 Out 2017 às 18:12

    2018 está bem próximo, receberás uma deflação de 90% nos votos, aí vamos ver quem vai falar mais alto.

  • Vera
    08 Out 2017 às 16:24

    Não entendo como um governo que está fragilizado com tantas denúncias, pode mentir e um veículo de comunicação dar voz a ele.

  • Lira
    08 Out 2017 às 14:23

    Fecha o detran. Não há necessidade daquela estrutura toda aqui no cpa. Pátio lotado de carros. Leiloa tudo. Informatiza tudo. Passou da hora. Não existe isso de ir ao detran só pra buscar documento do carro! !! Não existe de apenas lá fazer teste oftalmologista!!! E ainda esperar um século pra ser bem mal atendido. Fecha tudo e destina a arrecadacao que não é pouca, para Saúde.

Sitevip Internet