Olhar Direto

Domingo, 19 de novembro de 2017

Notícias / Política BR

Decreto do governo determina redução conta de energia e água em secretarias

Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo

06 Nov 2017 - 09:51

Foto: Foto: Rogério Florentino Pereira / Olhar Direto

Decreto do  governo determina redução conta de energia e água em secretarias
Um dos decretos anunciados pelo governador Pedro Taques (PSDB) na última sexta-feira (3) determina a redução de despesas de custos em todas as secretarias. A informação foi confirmada pelo procurador-geral do Estado, Rogério Gallo.

Leia mais
Governo anuncia decretos proibindo aumentos de salários e de negociação com fornecedores


De acordo com Gallo, um dos decretos, que deve estar sendo publicado nas próximas edições do Diário Oficial, proíbe a criação de novas despesas como contratações, aumentos de salários, além de redução de custos básicos, como contas das secretarias.

“O decreto também impõe limite para reduzir energia elétrica, consumo de água, consumo de telefonia e todos esses grupos de despesas que as secretarias tem em seu conjunto”, explicou o procurador.

Além deste decreto de redução de custos, Galo também comunicou a elaboração do segundo decreto que determina a negociação dos pagamentos com fornecedores que tem contrato com o estado.

A decisão da elaboração dos dois decretos, segundo o procurador partiu do último relatório quadrimestral fechado em 30 de agosto, apontando que o estado está gastando 95% do limite do que pode ser gasto que é 49% da receita corrente líquida.

“Tivemos que editar os decretos por imposição da Lei de Responsabilidade Fiscal controlando o gasto com o pessoal”, afirmou.

Já o governador Pedro Taques, destacou que ambos os decretos vão permitir que o estado economize mais dinheiro. “Desde o primeiro dia do nosso governo, temos trabalhado bastante em reformas para que elas possam nos dar dinheiro para sustentarmos as despesas do Estado. Os dois decretos que estamos editando nos permitirão economizar mais dinheiro”, pontuou. 

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • José Ribamar
    06 Nov 2017 às 13:19

    Quando governo começa corte destes gasto é dizendo que estão sem controles na corrupção, ao começa com esta conversinha de até corta o cafézinho, coisas de Pedrinho.....

Sitevip Internet