Olhar Direto

Quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Notícias / Cidades

Empresário luta com ladrão, é atingido com três disparos e morre em hospital particular de Cuiabá

Da Redação - Fabiana Mendes

14 Nov 2017 - 14:37

Foto: Rogério Florentino Pereira/OD

Empresário luta com ladrão, é atingido com três disparos e morre em hospital particular de Cuiabá
Um empresário foi vítima de latrocínio (roubo seguido de morte) na tarde desta terça-feira,14, no bairro Verdão, em Cuiabá. A vítima, identificada como Cícero Ferreira Gomes, 47, entrou em luta corporal com o assaltante. 

Leia Mais: 
“Estamos confiantes na polícia e que se faça justiça”, diz vereador pai de personal trainer assassinado


O oficial de dia do 10º Batalhão da Polícia Militar informou ao Olhar Direto que Cícero, após lutar com o criminoso e ser baleado três vezes, ainda chegou a  tomar a arma do ladrão que conseguiu fugir. Gravemente ferido, ele desmaiou e chegou a ser socorrido até um hospital particular, mas não resistiu aos ferimentos. 

Dos três disparos efetuados pelo suspeito, dois atingiram a região do tórax e o terceiro atingiu a perna. De acordo com o militar, o suspeito estaria usando calça azul e camisa branca. No entanto, até o momento ele não foi localizado. 
 

16 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • MT mais transparente
    15 Nov 2017 às 17:43

    Infelizmente o descaso na segurança reflete na sociedade. Vamos analisar a realidade em nosso estado, se faz concurso público de polícias, mas ao invés de estar trabalhando em sua atividade fim, alguns estão em função burocrático e com desvio de segurança. Até hoje eu nunca vi um matéria sobre onde estão os policiais e o quanto estao com desvio de função. Vamos começar pelo comando geral tem muito a que estão na atividade meio . E TCE e entre outras

  • Genilson
    15 Nov 2017 às 08:35

    E quem eh a favor de reagir a assalto levanta as mãos.

  • Ralf
    15 Nov 2017 às 07:26

    Enquanto não mudar a lei penal que é de 1940 não vai adiantar encher as ruas de policia, pois a policia prende mas a justiça solta. A policia vai continuar enxugando gelo.

  • Critico
    14 Nov 2017 às 22:12

    Vai a DHPP investigar e prender os bandidos na mesma velocidade do personal?

  • Alencar
    14 Nov 2017 às 17:52

    Mato Grosso está um caos na segurança, saúde, educação, estradas etc. Sem direção, sem rumo.

  • Araqueto
    14 Nov 2017 às 17:16

    O empresário mesmo morto, "corre o risco" de ser processado pela Justiça por ter tomado a arma do vagabundo assassino.

  • Neto
    14 Nov 2017 às 16:56

    Que tragédia. Fiquei chocado com a notícia. Era uma pessoa fantástica e muito querida. Que Deus conforte o coração da família.

  • marcio josé farias
    14 Nov 2017 às 16:18

    bandido bom é bandido morto , não vamos lutar gente, tem que meter bala , chega.........

  • Saulo
    14 Nov 2017 às 15:54

    Se empresário tivesse matado o criminoso com certeza seria preso em flagrante por assassinato como já ocorreu daquele q matou o bandido que morreu na piscina. Quanto ao bandido que matou o empresário fugiu se do preso os direitos humanos fazem a justiça liberar o sujeito Explica com o isso para os jovens de bem.

  • paulo escorpião
    14 Nov 2017 às 15:53

    na minha opinião se esse empresário tivesse uma arma de fogo talvez teria mais chance de sobreviver.

Sitevip Internet